CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ode à Tânatos

O caminho sem penumbra é entrópico
Pois a plenitude do vazio constitui
O idealismo rouco que permeia e que flui
Pela eternidade deste corpo utópico

Quando a humanidade adoece, o regresso
À animosidade das coisas é considerado
Um caminho lúgubre, porém vociferado
Afinal a veemência do fim está no processo

Insalubre dos ditames da foraclusão
Apenas um ditirambo a mais em profusão
Para a tragédia interpessoal que congrego

Assim, a insuficiência consome o segredo
Para além do retraído gosto do medo...
SER para a morte é o signo que carrego.
 

Submited by

sexta-feira, dezembro 17, 2010 - 04:16

Poesia :

No votes yet

malentacchi

imagem de malentacchi
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 36 semanas
Membro desde: 06/22/2009
Conteúdos:
Pontos: 704

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of malentacchi

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Contradição Vespertina 1 358 08/20/2009 - 02:36 Português
Poesia/Meditação Da Contrariedade das Formas 0 465 08/21/2009 - 06:43 Português
Poesia/Meditação Ainda Ontem Perguntei ao Destino... 2 491 08/21/2009 - 10:50 Português
Poesia/Tristeza O Reflexo que Assombra 3 356 08/21/2009 - 22:27 Português
Poesia/Desilusão Mais Uma Noite... 2 345 08/22/2009 - 12:59 Português
Poesia/Tristeza Inversão 1 462 08/24/2009 - 12:03 Português
Poesia/Meditação Comum Entre as Cousas 3 374 08/24/2009 - 14:45 Português
Poesia/Desilusão A Valsa dos Espectros 3 480 08/24/2009 - 21:51 Português
Poesia/Tristeza Meus Demônios 0 485 08/25/2009 - 15:51 Português
Poesia/Dedicado Versos a um Espelho Decadente 0 519 08/26/2009 - 04:57 Português
Poesia/Dedicado O Primeiro Poema da Madrugada 1 315 08/28/2009 - 12:49 Português
Poesia/Tristeza O Primeiro Não Poema do Dia 1 298 08/28/2009 - 16:08 Português
Poesia/Dedicado Virtude Irregular 1 377 08/31/2009 - 16:32 Português
Poesia/Meditação Relapso Pseudo-Fonético 1 564 09/02/2009 - 13:29 Português
Poesia/Tristeza A Arte de Não Ser Proeza Alguma 2 452 09/02/2009 - 16:06 Português
Poesia/Dedicado Pequenas Considerações Sobre a Realidade 4 232 09/03/2009 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza Profilaxia Ineficaz 1 466 09/06/2009 - 21:34 Português
Poesia/Geral E Num Rebanho de Idéias Mortas... 2 333 09/07/2009 - 00:31 Português
Poesia/Tristeza Austero 2 383 09/07/2009 - 00:45 Português
Poesia/Dedicado Anfepramonalmente Descrevo Minhas Tardes 1 536 09/08/2009 - 15:50 Português
Poesia/Tristeza Um Verso Zumbi 2 544 09/09/2009 - 16:47 Português
Poesia/Dedicado Jubileu e Martírio Contra os Muros 2 317 09/09/2009 - 16:48 Português
Poesia/Geral Poema Antigo 0 410 09/10/2009 - 04:04 Português
Poesia/Tristeza Mais um Poema Abortado Pelo Desconforto 2 487 09/11/2009 - 08:04 Português
Poesia/Tristeza Escatologia para uma Noite Minguante 5 453 09/15/2009 - 05:29 Português