CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

OLHOS TRISTES

  OLHOS TRISTES             

                                              Olhos tristes dizem sempre

                                              Que tem algo este olhar

                                               Estes olhos assim não mentem

                                               Revelam um franco pesar

 

                                               É de tristeza o que sentem

                                               Só eles sabem o sentir

                                               Algo assim não vai bem

                                               Mas até podem seduzir

 

                                               Desgosto ou falta de amor têm

                                               Para esta tristeza consentir

                                               Estes olhos mais nada vêem

                                               Mesmo olhando para o porvir

 

                                               Olhos tristes de nada ter

                                                Para si ou para alguém

                                               Olham, não têm que comer

                                               Nem para dar nada têm

 

                                                Lágrimas não podem conter

                                                São olhos tristes mas contêm

                                                Sentimentos para se ver

                                                Porque alma também têm

 

                                            

                                             Mas ninguém consegue ver

                                              Que eles pouco ou nada têm

                                              De felicidade do seu nascer

                                             Sentem pena por não terem.

 

 2003-Estêvão

Submited by

quinta-feira, maio 31, 2012 - 09:58

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 4 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 337 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 256 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.387 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 887 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.149 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.677 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.358 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.978 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.312 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.719 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.720 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 961 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.153 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.134 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.357 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.717 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.384 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 964 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.539 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.072 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.187 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.044 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.241 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.149 12/21/2016 - 10:58 Português