CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PAISAGEM SENTIDA

Paisagem sentida

 

 

 

A força dos ventos nos coqueiros,

No mar faz alertar os marinheiros,

Emproando os navios contra o vento,

Para se defenderem do mau tempo.

 

Aqui, em terra também o vento fustiga,

Bate sem ser visto e continua em fuga,

Ninguém o vê, apenas o sentem e nada mais,

E vai gritando na força dos vendavais.

 

Os coqueiros fazem vénias à sua passagem,

E ele, o vento, continua na sua infinita viagem,

Ninguém sabe para onde ele vai ou fica,

E pelo caminho vai batendo e castiga.

 

Aqui, no alto deste morro, no meu olhar,

Eu vejo as ondas de espuma branca do mar,

Feitas de vento, altaneiras e perigosas,

Mas, vistas da terra são belas e formosas.

 

O vento manda nelas e nunca se revoltam,

Contra ele que sopra, vão à terra e já não voltam,

Outras se formam trazidas pela força do vento,

Quase tão velozes como o pensamento.

 

Enquanto sentir o vento e ver as ondas do mar,

Eu posso e devo a minha vida comandar,

Não preciso do vento para me indicar o caminho,

Já foi escolhido por mim, é o meu destino.

 

Encontro-me no outro lado domar,

E em terra ouço o vento forte assobiar,

À noite vai-se embora pela fresca madrugada,

E quando acordo a minha alma está sossegada.

 

Os coqueiros que vejo daqui não são meus,

Eles pertencem a alguém e também a Deus,

Agora, vou deixá-los, vou-me embora,

E à noite recordo a sua força noutra hora.

 

 

Fortaleza, 24 de Outubro de 2011 -Estêvão

 

Submited by

quarta-feira, fevereiro 19, 2014 - 12:16

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 2 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 409 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 267 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 356 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.562 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 999 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.256 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.819 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.468 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 2.056 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.420 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.831 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.824 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 1.099 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.366 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.233 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.483 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.820 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.493 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 1.021 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.644 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.136 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.307 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.135 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.343 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.264 12/21/2016 - 10:58 Português