CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PARA DE TE QUEIXAR

 

Pára de te queixar

 

 

Pára de te queixar e faz alguma coisa,

Deixa de voar e na terra poisa,

As tuas queixas são uma perda de tempo,

São apenas um habitual lamento,

Que condicionam a tua voz e a mente,

Faz pela vida, quem não luta perde sempre.

 

As tuas queixas apenas te vergam ao chão,

Enfraquecem a tua vontade e o teu coração,

A tristeza e os lamentos prejudicam o teu andar,

Até entristecem o teu tempo de olhar,

Para o céu que é azul e tu apenas o vês cinzento,

Pára as tuas queixas e sente a força do vento.

 

Olha as andorinhas como elas constroem o ninho,

Abnegadamente com tanto amor e carinho,

Poisam sempre nos beirais cantando,

Pela vida não desistem vão sempre lutando,

Em todas as Primaveras que são infinitas,

Olha como elas cantam e dão nas vistas.

 

Tu não tens as Primaveras todas, apenas algum tempo,

Por isso, pára de te queixares em constante lamento,

Sonha e realiza, que a vida se torna mais bela,

Retira as tuas queixas e luta apenas por ela,

Que te dá a alegria de viver, por isso vale sempre a pena,

Podes vivê-la se a tua alma nunca for pequena.

 

Acabando as queixas, acabam também as tristezas,

Mostra que a vida tem valor quanto tu desejas,

Ninguém tem a importância pelo seu tamanho,

A mente é que nos dá o tamanho que quisermos,

Tudo depende da força da nossa vontade,

Trabalhando é que podes chamar a felicidade.

 

 

 

6 de Abril de 2012-Estêvão

Submited by

sexta-feira, março 24, 2017 - 12:52

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 20 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7732

Comentários

imagem de J. Thamiel

Comentando

Gostei muito.
Palavras úteis
frutos de observação
da vida.

imagem de José Custódio Estêvão

Muito obrigado pelo

Muito obrigado pelo comentário. O tempo de experiêncvcia de vida usada ensina a gente.
Um abraço
Estêvão

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 2 359 02/24/2019 - 17:15 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 265 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 234 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 695 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 937 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 922 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 750 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.041 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.129 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 532 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 638 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 726 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 671 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 716 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 820 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 638 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 738 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 575 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 652 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 697 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 733 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.472 12/21/2016 - 10:58 Português
Poesia/Amor O BARCO DOS NOSSOS SONHOS 1 1.277 12/15/2016 - 14:05 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 0 747 12/07/2016 - 12:16 Português
Poesia/Amor RECORDANDO 0 636 12/07/2016 - 12:01 Português