CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PARAR É MORRER

Parar é morrer

 

E quero ir sempre vivendo e mexendo,

Para ficar em silêncio eu tenho muito tempo,

A eternidade espera por mim,

Quando eu já não andar por aqui,

Pois sempre soube que parar é morrer,

E por isso eu sei que me devo mexer.

 

A minha mente deve sempre pensar,

As minhas pernas devem sempre andar,

Com as minhas mãos eu quero prender,

Tudo o que é meu, é o meu dever,

Ir amando a vida que não é para sempre,

Vivendo e usando o tempo contente.

 

Quero viver e não perder o amor,

Com a minha dignidade que me dá valor,

Não quero ficar a olhar para o céu,

Pensando que a minha alma já se perdeu,

Quero olhar para a terra e para o chão,

Sem pisar o meu próprio coração.

 

Quero brincar e rir enquanto eu puder,

Ser criança de vez em quando e mexer,

Não quero deixar que o tempo me vença,

É assim que a minha mente pensa,

Não quero chorar por ter chegado a ancião,

Mas ficar contente por ir pisando o chão.

 

Quero ser eu sem perder o meu eu,

Pensando e mexendo no que é meu,

Criando, inventando para não parar,

Não quero ficar sentado apenas a pensar,

Que o meu tempo já passou,

E que por ser ancião já tudo acabou.

 

Quero mexer-me e viver sempre pensando,

Mas ir parando de vez em quando,

Tendo atenção ao meu tempo e à idade,

Sempre mexendo e tendo vaidade,

Por ser ancião e ainda ir sempre mexendo,

E abrindo os olhos para o mundo que vou vendo.

 

 

 

 Tavira, 28 de Março de 2012-Estêvão

 

Submited by

quarta-feira, março 18, 2015 - 12:59

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 semanas 11 horas
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 338 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 256 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.390 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 888 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.151 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.679 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.361 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.980 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.314 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.727 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.722 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 961 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.154 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.136 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.360 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.720 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.386 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 967 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.543 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.073 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.188 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.045 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.249 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.152 12/21/2016 - 10:58 Português