CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PEÇA TOMBADA


PEÇA TOMBADA...

Esta saudade que sinto dói-me tanto
quanto a resistência que perdi
ao saber que partiste deste mundo.
Foram muitos os anos que, entretanto,
não conseguindo evitar, pensar em ti,
fui cavando em mim, um mal profundo.

Tu eras doce fogo, em minha vida,
que alimentava a esperança de te ter.
Foste sombra nos sonhos, que vivia
e, nesse meu sonhar, assaz perdida,
lutava contra o tempo p’ra te ver,
mas o tempo, sem pena..., me iludia.

O futuro que quis, não é mais nosso.
Estou farta desta vida de aquiescência
contra a qual não posso mais lutar.
Oh esta dor, que suportar não posso!
Cada pedaço de mim, é desistência,
é barco abandonado, a naufragar.

Eu queria apenas ver-te, se pudesse...
Não sei como..., nem quando, meu amor,
mas o tempo que tive, se perdeu.
Aquilo que esperava que ele me desse,
não caberá no tempo a meu dispor.
Deixou de pertencer-me. Não é meu.

Para justificar não querer morrer,
estou presa a mil reféns que eu inventei.
Faltar-me-á mais tempo, sim..., talvez,
mas lutarei na esperança de viver...,
porque..., deixar o mundo em que te amei,
seria um cheque-mate de xadrez.

Maria Letra
2015-10-29

Submited by

quinta-feira, outubro 29, 2015 - 23:45

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 6 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Poetrix SE TU AMAS A CRIANÇA 0 446 03/10/2019 - 11:34 Português
Poesia/Desilusão BASTA DE GENTE A MORRER 0 359 03/10/2019 - 11:27 Português
Poesia/Poetrix SOU CONTRA! 0 500 03/10/2019 - 11:10 Português
Poesia/Poetrix É TEMPO DE AGIR 0 1.087 03/08/2019 - 20:13 Português
Poesia/Geral SABER SPERIOR 0 386 03/08/2019 - 19:09 Português
Poesia/Geral MULHR_VOCÊ_É_DIVINA! 0 269 03/08/2019 - 18:32 Português
Poesia/Geral PARA ALÉM DO SUPORTÁVEL 0 411 02/27/2019 - 21:37 Português
Críticas/Outros BAILE DE MÁSCARAS PERMANENTE 0 824 02/25/2019 - 23:35 Português
Poesia/Poetrix PRAGA DE CHACAIS 0 411 02/25/2019 - 23:20 Português
Poesia/Soneto TERMOS ESTRAMBÓTICOS 0 724 02/24/2019 - 10:14 Português
Poesia/Soneto VALES PELO QUE TENS 0 442 02/24/2019 - 10:07 Português
Poesia/Geral VOOS ALTOS 0 580 02/24/2019 - 09:53 Português
Poesia/Meditação SEGUIREI... 0 1.207 12/31/2018 - 10:46 Português
Poesia/Amor TU VIVI IN ME - (Revizione della traduzione: Carla Ghezzo) 0 595 12/28/2018 - 15:22 Português
Poesia/Poetrix QUE FUTURO? 0 550 12/16/2018 - 05:14 Português
Poesia/Intervenção O QUE QUERO ESTE NATAL 0 652 12/15/2018 - 22:12 Português
Poesia/Intervenção QUERIA O NATAL ASSIM 0 529 12/15/2018 - 07:44 Português
Poesia/Geral CORAGEM DE SER 0 524 12/15/2018 - 07:39 Português
Poesia/Geral EXEMPLO DE UM TAUTOGRAMA 0 839 12/10/2018 - 21:39 Português
Poesia/Meditação O ALÉM E EU 0 669 12/10/2018 - 18:24 Português
Poesia/Geral NATUREZA EU TE VENERO 0 1.131 12/10/2018 - 16:49 Português
Poesia/Meditação LUTA CONTRA O TEMPO 0 480 12/03/2018 - 22:12 Português
Poesia/Poetrix PUNIÇÃO POR TRAIÇÃO... 0 822 11/30/2018 - 17:13 Português
Poesia/Poetrix UNIÃO PERFEITA 0 768 11/30/2018 - 16:43 Português
Poesia/Soneto DEIXA-ME VIVER, Ó VIDA! 0 1.658 11/30/2018 - 14:54 Português