CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

As pedras entre os espinhos

Era uma viagem que teria que ser feita
Caminhos não trilhados pelos seus pés
Um horizonte que reservava belezas
E surpresas
Como as borboletas coloridas
Na manhã de primavera
E os pássaros nas árvores
Tocadas pelo vento.

Não ousava pensar em desistir
Queria mesmo era insistir
Na busca pela liberdade tão sonhada
De um amor que já havia quase esquecido
Se não fora as lembranças daquele olhar
Que sempre mexia com seu coração.

Falava sempre as escondidas
E sentia o pulsar de seu próprio coração
Que palpitava Sempre que lembrava
De seu sorriso tão singelo.

Não conseguia ver as pequenas flores
Nem as pedras entre os espinhos
Mas, via em seus pensamentos,
A imagem tão real
Daquela que não podia esquecer.

E o caminho tornou-se solitário
As nuvens aparecia no azul-celeste
Dando-lhe a sensação do infinito
Nas lembranças daquele rosto bonito
Que povoavam seu sentimento.

Uma viagem sem fim
Em direção ao coração
É sempre uma aventura inexplicável.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, março 26, 2021 - 19:32

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Online
Título: Membro
Última vez online: há 47 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 5581

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Segredos no tempo 0 53 05/13/2021 - 13:07 Português
Poesia/Canção Enquanto é dia 0 83 05/12/2021 - 21:11 Português
Poesia/Amor Por sua causa tenho lindos sonhos de amor 0 53 05/12/2021 - 00:06 Português
Poesia/Desilusão No mesmo caminho 0 51 05/11/2021 - 00:30 Português
Poesia/Amor O amor é a essência da vida 0 84 05/10/2021 - 19:39 Português
Poesia/Meditação A gripe de 1921 em Cáceres 0 52 05/09/2021 - 19:38 Português
Poesia/Desilusão Só agora percebo 0 64 05/07/2021 - 20:26 Português
Poesia/Desilusão A sombra perdida do coração 0 92 05/06/2021 - 13:15 Português
Poesia/Amor Direção 0 76 05/05/2021 - 21:24 Português
Poesia/Alegria Poesia é vida! 0 80 05/04/2021 - 16:45 Português
Poesia/Meditação Quando as terras caírem sobre mim 0 96 05/03/2021 - 23:39 Português
Poesia/Desilusão Um dia existiu 0 125 05/03/2021 - 19:04 Português
Poesia/Desilusão Sentimento perdido 0 65 05/01/2021 - 18:08 Português
Poesia/Amor E ela sorriu 0 85 04/30/2021 - 23:39 Português
Poesia/Fantasia Impassível diante do dragão 0 132 04/29/2021 - 23:15 Português
Poesia/Meditação No caminho de Emaús 0 120 04/28/2021 - 22:05 Português
Poesia/Fantasia O poeta é semelhante as nuvens 0 208 04/27/2021 - 13:07 Português
Poesia/Dedicado A importância da História 0 90 04/26/2021 - 22:39 Português
Poesia/Meditação Está consumado! 0 108 04/25/2021 - 15:12 Português
Poesia/Meditação Precisamos aprender alguma coisa 0 203 04/23/2021 - 20:03 Português
Poesia/Meditação História de minhas calamidades 0 107 04/22/2021 - 13:32 Português
Poesia/Meditação A busca pelo conhecimento 0 190 04/21/2021 - 12:43 Português
Poesia/Amor No sorriso de uma deusa 0 155 04/20/2021 - 18:09 Português
Poesia/Dedicado Lillo e Léo 0 146 04/19/2021 - 19:11 Português
Prosas/Pensamentos No Tribunal de Cristo (Parte I) 0 135 04/18/2021 - 14:08 Português