CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A pistola do jogo de damas

Estava desesperado,
Não podia passar mais um dia, uma hora que fosse,
Naquela ignorância, com o seu peito pesado,
Tinha de saber a verdade, desse para onde desse.

Partiu rua abaixo, subiu e desceu quarteirões,
Palmou escadas, através de bairros, subiu escadas, corrimões.

Andou por sítios e lugares desconhecidos,
Que nem sabia, que eram existidos.

Até que a dado momento, sentou-se num banco da calçada,
Daqueles de madeira e ferro fundido,
Agora, lembrando de onde estaria a sua amada,
E ele ali…desesperado, perdido.

De repente, pareceu-lhe ouvir uma voz familiar,
Levantou a cabeça e afinou o ouvido,
A voz ria, alegre, feliz…era Vera, a mulher que tinha sonhado encontrar,
Olhou ao redor, para ver de onde vinha aquele som esplêndido.

Vinha pela rua, de braço dado com um homem, felizes,
Muito mais jovem do que ela, riam disparatadamente,
E, ele este tempo todo preocupado, quieto, a criar raízes,
Para ver esta cena linda e sofrer amarguradamente.

Eles iam tão envolvidos um com o outro,
Que mal se apercebiam de quem, ao redor deles, estava,
Que inveja sentira, daquele momento, que raiva tinha daqueleoutro,
Parecia que o seu coração abria ao meio, escancarado...de dor berrava.

Foram embora e ele no chão caiu, na calçada,
Encolheu o corpo, como se fosse outra vez, uma criança,
E chorou, compulsivamente a perda da sua amada,
Havia-a perdido, havia perdido a esperança…

Levantou-se furiosamente, limpou as lágrimas,
Pôs-se a caminho do trabalho e só pensava em matar o sujeito,
Lembrava-se agora duma pistola, que havia ganho a jogar damas,
Queria nunca mais voltar a sentir nada assim, em si, no seu peito.

Ainda hoje, com aquela dor imensa, acabaria,
Ainda hoje, a sua revoltosa alma, sossegaria.
Ainda hoje, o homem, que dele roubara a felicidade, mataria…

 

 

 

 

 

Submited by

segunda-feira, dezembro 12, 2011 - 14:40

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

joanadarc

imagem de joanadarc
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 17 semanas
Membro desde: 07/17/2011
Conteúdos:
Pontos: 1574

Comentários

imagem de apsferreira

Joana, um desfecho

Joana, um desfecho surpreendente,

para o desaparecimento de Vera. A tua história

está cada vez mais empolgante...

:-)

imagem de joanadarc

Nada disso, meu caro

Nada disso, meu caro amigo,

Isto é só um começo...lembraste de um episodio em que a Maria está em casa e o Jacinto aparece baleado e uma mulher bate à porta a chorar?? este é o anteceder do facto...olha, não te posso falar mais nada, até porque só tenho mais alguns episódios para postar, falta-me só alguma inspiração de ultima hora, para puder alinhar ponteiros, num ou outro epísódio e depois acaba a trama, por isso, mais não te posso dizer....prometo, que da maneira que acho que és, vais adorar o final..

Joana

 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of joanadarc

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão ESPERO-TE 6 3.639 03/15/2018 - 10:14 Português
Poesia/Dedicado OS HOMENS TAMBÉM CHORAM... 4 1.138 03/15/2018 - 10:13 Português
Poesia/Paixão O HOMEM COM MEDO 3 1.140 03/15/2018 - 10:12 Português
Poesia/Pensamentos DEMOCRACIA DA EXPRESSÃO 11 3.355 02/27/2018 - 11:13 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 1 1.634 04/20/2013 - 00:07 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 2.993 04/06/2013 - 00:55 Português
Poesia/Paixão FICA-TE A MATAR... 0 1.574 04/06/2013 - 00:50 Português
Poesia/Paixão DEBAIXO DA TUA PELE 1 2.653 03/28/2013 - 18:05 Português
Poesia/Dedicado A SOMBRA DA SOLIDÃO 1 1.973 03/04/2013 - 11:47 Português
Poesia/Paixão DEVIA TER-TE... 2 1.234 03/01/2013 - 17:25 Português
Poesia/Meditação DIZERES MUDOS 2 1.164 03/01/2013 - 17:15 Português
Poesia/Pensamentos DEIXAR O DESTINO TRABALHAR 3 1.208 03/01/2013 - 17:10 Português
Poesia/Erótico SODOMIZO-TE…O Diabo do Corpo 5 1.589 10/04/2012 - 22:55 Português
Poesia/Paixão MORRES 8 1.596 07/02/2012 - 23:57 Português
Videos/Pessoal Bruno Mars - It Will Rain 0 2.039 06/30/2012 - 23:12 Português
Videos/Música Lana Del Rey - Blue Jeans 0 1.914 06/30/2012 - 23:03 Português
Poesia/Paixão TARDO EM TI... 2 1.591 06/30/2012 - 22:59 Português
Poesia/Paixão A BELA E O MONSTRO 4 3.745 06/30/2012 - 22:38 Português
Videos/Música Alejandro Sanz - y solo se me ocorre amarte 0 2.229 06/30/2012 - 22:31 Português
Videos/Música Heartbeat City - The Cars 0 2.230 06/30/2012 - 22:11 Português
Poesia/Dedicado Já não tenho medo 12 2.334 06/25/2012 - 00:21 Português
Poesia/Dedicado ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR 4 1.211 06/24/2012 - 21:20 Português
Videos/Música Pedro Abrunhosa - Tenho o Diabo no Corpo 0 3.194 06/22/2012 - 22:30 Português
Videos/Música Susana Félix - Idade do Céu 0 2.509 06/16/2012 - 21:36 Português
Poesia/Paixão CAÍRAM AS PONTES ENTRE NÓS 0 1.383 06/10/2012 - 20:47 Português