CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

POEMA DO HOMEM INVISÍVEL

Pelas ruas desertas distantes do centro da cidade, lá vou eu a esmo.
Em certo momento percebo
Que nesse caminho sem rumo que sigo,
Além do ar que respiro,
Preciso apenas da minha própria companhia.
Talvez decida algum destino ou apenas siga sem rumo.
Testemunhas da minha presença,
As paredes, ruas e calçadas
Guardarão supostamente na memória
Eternamente o segredo dessa história
Cumprindo a sina de permanecer caladas
Cruzo por algumas pessoas hipnotizadas pelo aparelho celular
E sigo com a certeza de que às vezes é possível
Um homem ser como o ar,
Invisível.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sábado, outubro 10, 2020 - 20:45

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 21 horas
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 516

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral ABAIXO DE ZERO 0 18 07/29/2021 - 20:24 Português
Poesia/Geral QUEBRA CABEÇA 1 158 06/28/2021 - 15:38 Português
Poesia/Geral ALMA 0 133 05/17/2021 - 22:21 inglês
Poesia/Geral O PÃO E A LETRA 2 373 04/21/2021 - 23:20 Português
Poesia/Geral PERIGO REAL E IMEDIATO 2 313 04/08/2021 - 15:09 Português
Poesia/Geral A DERROTA DA MORTE 2 358 04/07/2021 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia ETERNA INFÂNCIA 0 225 03/08/2021 - 01:19 inglês
Poesia/Geral PLANOS PARA O FUTURO 1 539 02/28/2021 - 11:18 Português
Poesia/Soneto SONETO DO MORTO VIVO 2 747 01/27/2021 - 17:26 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO ATORMENTADO 2 309 01/27/2021 - 16:16 Português
Poesia/Soneto SONETO ANTAGÔNICO 3 508 01/27/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral DESEJO DE MORTE 4 259 01/24/2021 - 23:24 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DA PANDEMIA 1 421 12/04/2020 - 13:03 Português
Poesia/Soneto SONETO DA ESCURIDÃO 2 445 10/30/2020 - 12:15 Português
Poesia/Geral POEMA DO HOMEM INVISÍVEL 0 410 10/10/2020 - 20:45 Português
Poesia/Soneto SONETO À ESPERANÇA 1 341 09/21/2020 - 13:05 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA 0 483 07/04/2020 - 21:40 Português
Poesia/Geral POR UNS E OUTROS MOTIVOS (RACISMO) 3 748 06/16/2020 - 21:07 Português
Poesia/Geral SOMOS TODOS IGUAIS (?) 2 763 05/25/2020 - 21:23 Português
Poesia/Geral O CANTAR DO MEU SILÊNCIO 2 625 05/06/2020 - 16:26 Português
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 598 04/10/2020 - 16:10 Português
Poesia/Geral DÉCIMAS DO MAL QUE FEZ A PAZ MUNDIAL 2 726 03/27/2020 - 01:51 Português
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 575 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 676 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 667 02/07/2020 - 11:45 Português