CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

POETA HUMILDE

...

Saudades eu já senti
de coisas que nem escrevi.
Minha falta de capacidade
inibe a minha vaidade,

então, de forma completa
com minha face discreta,
envergonhado e premido,
me reduzo encolhido
mas sem nenhuma discrição
à minha mínima dimensão.

J. Thamiel
Guarulhos, 10.06.19
09:16h

Submited by

segunda-feira, junho 10, 2019 - 13:43

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 horas 18 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 2772

Comentários

imagem de Joel

abraço

abraço

imagem de J. Thamiel

Resposta

Bem colocado e muito bem lembrado.
Isto é coisa de mente atenta.
Quando de pensar estou cansado,
lembrança oportuna me alenta.

Obrigado pelo poema do grande
literato português F. Pessoa

imagem de Joel

somo a dimensão do que sentimos

Eu Sou do Tamanho do que Vejo
Da minha aldeia veio quanto da terra se pode ver no Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura...
Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.

Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema VII"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor FLORES DA HORTELÃ 0 533 02/25/2017 - 13:43 Português
Poesia/Geral SONHO IRREAL 1 518 02/23/2017 - 12:58 Português
Poesia/Geral EU CONTRA MIM 0 1.180 02/22/2017 - 17:36 Português
Poesia/Geral O POETA NÃO É COMO UMA VADIA 0 808 02/17/2017 - 15:32 Português
Poesia/Geral O PINTINHO: PIU 0 1.594 02/16/2017 - 11:15 Português
Poesia/Geral AMO MINHA FAMÍLIA 0 759 02/14/2017 - 11:06 Português
Poesia/Meditação O PERDÃO 0 775 02/10/2017 - 15:04 Português
Poesia/Meditação MORRENDO DE FORMA ELEGANTE 0 1.063 02/08/2017 - 23:25 Português
Poesia/Geral DELÍRIO DE PYATÃ 0 593 02/07/2017 - 01:05 Português
Poesia/Geral DENTRO DE TI 0 643 02/02/2017 - 14:34 Português
Poesia/Geral RÉU 0 794 02/01/2017 - 23:11 Português
Poesia/Geral PROMETEU E O CASTIGO DE ZEUS 0 2.665 01/31/2017 - 13:33 Português
Poesia/Meditação A MENINA MARIA 0 581 01/30/2017 - 17:31 Português
Poesia/Geral FANTASIAS & SONHOS 0 339 01/27/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor À FÁTIMA (2) 0 551 01/26/2017 - 14:00 Português
Poesia/Meditação PREPOTÊNCIA 0 330 01/25/2017 - 23:22 Português
Poesia/Geral HÁ UM BARCO NA BEIRA DA PRAIA 0 1.682 01/23/2017 - 10:52 Português
Poesia/Geral BOIADEIRO 0 988 01/22/2017 - 12:58 Português
Poesia/Fantasia SONHO DE BORBOLETA 0 620 01/21/2017 - 16:01 Português
Poesia/Geral DESPERTADOR 0 232 01/20/2017 - 11:32 Português
Poesia/Geral Poesia, eh! 0 324 01/18/2017 - 20:58 Português
Poesia/Geral MARGARIDA 0 334 01/18/2017 - 20:35 Português
Poesia/Amor SEM TE VER, SENTI VER... 0 522 01/18/2017 - 14:10 Português
Poesia/Geral A CHUVA MOLHA AS ALMAS DISTRAÍDAS 0 622 01/17/2017 - 18:14 Português
Poesia/Meditação TRISTE PASSAGEM 2 0 358 01/12/2017 - 12:33 Português