CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

POETISA ASSASSINA

Não havia palavras na folha a ser impressa.
Havia uma ansiedade procurando a rima.
Havia uma ideia capital que morava nessa
poetisa amorosa, inocente assassina.

Na folha a ser impressa, palavras... jamais.
Somente a intuição que vinha lá de cima.
Havia uma procura demoníaca e fugaz;
uma corrida insana à cata de uma rima.

Uma palavra ganhou vida e podia ser impressa,
e como rebento novo no papel apareceu.
Mas, como não havia uma rima para essa,
a poetisa a matou e ninguém a conheceu.

Era palavra de amor, saudade ou perdão?
Ou seria inexata, utópica, ambígua, irreal?
Enaltecia a vergonha, o suborno ou a prisão?
Poderia ser usada para o bem e para o mal?

Você sabia que o ovo é um palíndromo?

jthamiel
04.07.16
09:28h

Submited by

segunda-feira, julho 4, 2016 - 13:52

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 54 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3056

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Fantasia "SSSS" DESASSISADA 0 1.649 07/31/2016 - 03:11 Português
Poesia/Fantasia OUTONO (Poesia concreta) 0 1.378 08/01/2016 - 01:12 Português
Poesia/Geral POEMA A DUAS MÃOS 0 557 08/03/2016 - 12:27 Português
Poesia/Geral O ILUMINISMO 0 594 08/04/2016 - 12:33 Português
Poesia/Geral "PINTO NO LIXO" 0 975 08/04/2016 - 15:27 Português
Poesia/Geral O EGO DO POETA 0 741 08/05/2016 - 12:38 Português
Poesia/Dedicado BUQUÊ SEM ROSA 0 367 08/05/2016 - 13:14 Português
Poesia/Geral PRA QUE MADRUGAR? 0 919 08/05/2016 - 18:50 Português
Poesia/Geral O FIM DA POESIA 0 337 08/06/2016 - 12:41 Português
Poesia/Geral OSSINHOS SOBRE A TOALHA 0 418 08/06/2016 - 13:32 Português
Poesia/Geral QUANDO O POETA FICA MUDO 0 586 08/08/2016 - 11:56 Português
Poesia/Geral INCONVENIÊNCIA 0 265 08/08/2016 - 23:33 Português
Poesia/Fantasia O GRILO E O PIRILAMPO 0 397 08/09/2016 - 12:53 Português
Poesia/Geral MÁ X I M A S 0 579 10/28/2019 - 13:31 Português
Poesia/Geral A LÍNGUA TORTA 0 2.032 08/10/2016 - 12:14 Português
Poesia/Geral AMOR SEM CIÚME 0 585 08/10/2016 - 15:12 Português
Poesia/Amor O SOL E A LUA 0 417 08/11/2016 - 12:39 Português
Poesia/Alegria ANJOS DA LUZ 0 3.651 08/12/2016 - 12:47 Português
Poesia/Geral SOFRIMENTO DE UM DEUS 0 365 08/13/2016 - 01:10 Português
Poesia/Geral SURGIMENTO DA POESIA 0 1.177 08/13/2016 - 17:06 Português
Poesia/Fantasia QUANDO DEUS COCHILA 0 619 08/15/2016 - 13:30 Português
Poesia/Amor AME A SUA FAMÍLIA 0 839 08/16/2016 - 12:10 Português
Poesia/Geral É A VIDA... 0 658 10/26/2019 - 16:49 Português
Prosas/Outros A ERA DE CRISTO JÁ ERA? 0 481 08/16/2016 - 16:52 Português
Poesia/Comédia A VIÚVA DO TENÓRIO 0 1.165 08/17/2016 - 04:33 Português