CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Por Existir

Nomeio-te dono de um passado que nunca existiu.
Podes fazer com ele o que fiz contigo,
Chamar-lhe o que não pensas, por puro egoísmo,
Nota alta de barítono enrouquecido
E que nunca soube cantar.

Vá, chama-o, que te quero ouvir
Clamar leda dor pétrea por esse passado vazio.
Que almeja ele pedaços de ti que o consumam
E conspícuos pontos que o constituam,
Como eu me constituí em ti.

Não lhe negues esse pouco de ti que ainda resta.
Não lhe negues, que de nada te serve ser vivo ou morto,
Pedaço intransitável de carne que se decompõe.
Sê dele, do passado que nunca existiu.
E sê meu jantar por digerir.

Não. Não ouviste mal.
A letífica febre que se destila, via Inferno, arqueja
Na avidez árida dos seus desertos, em mim.
Por isso chama-o. Chama o passado por existir.
Que tu te constituis nele. E eu me constituo em ti.

(Malditos exames que não me deixam em paz...)

Submited by

sexta-feira, junho 26, 2009 - 22:05

Poesia :

No votes yet

Leto

imagem de Leto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 37 semanas
Membro desde: 09/17/2008
Conteúdos:
Pontos: 515

Comentários

imagem de Henrique

Re: Por Existir

Bom poema, gostei de ler! :-)

imagem de Leto

Re: Por Existir

É bem verdade, bendita poesia! ^^

Beijinhos!

imagem de Leto

Re: Por Existir

Muito obrigada a ambos ^^

imagem de jopeman

Re: Por Existir

Chama por essa agradável dor de um passado de vazio para que ele se constitua de ti, aliviando a febre que se destila via inferno, e sê o jantar por digerir de um presente de famintos áridos desertos , que este se vai constituindo de ti tb
Não sei se interpretei ao teu modo, mas para mim... está soberbo
Adorei
Bjos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Leto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 1695 0 1.058 11/24/2010 - 00:37 Português
Fotos/Monumentos Nau 0 909 11/20/2010 - 05:57 Português
Fotos/Natureza A Rainha da Laranja 0 717 11/20/2010 - 05:57 Português
Fotos/Outros Caderno e caneta 0 1.354 11/20/2010 - 05:55 Português
Fotos/Natureza Pequeno rio 0 865 11/20/2010 - 05:55 Português
Fotos/Outros Coisas... 0 1.092 11/20/2010 - 05:26 Português
Prosas/Pensamentos Talvez 0 646 11/18/2010 - 23:45 Português
Prosas/Mistério O Espelho 0 706 11/18/2010 - 23:45 Português
Prosas/Contos A Criança (um pequeno e resumido conto) 0 745 11/18/2010 - 23:45 Português
Prosas/Contos Grão de Areia 0 810 11/18/2010 - 23:39 Português
Prosas/Outros O Silêncio da Campina 0 797 11/18/2010 - 23:39 Português
Fotos/Outros Janela Partida 3 1.163 09/07/2010 - 01:34 Português
Fotos/Outros Stars 1 989 09/07/2010 - 01:30 Português
Poesia/Gótico Peste 2 914 03/14/2010 - 16:31 Português
Poesia/Meditação Naufrágio 4 525 03/10/2010 - 14:22 Português
Poesia/Gótico O Teu Mundo 2 719 03/09/2010 - 02:31 Português
Fotos/Outros Vela 1 1.049 03/07/2010 - 15:04 Português
Fotos/Natureza Gotas d'água 1 909 03/07/2010 - 14:40 Português
Fotos/Natureza Mar Revolto 1 1.027 03/07/2010 - 14:40 Português
Poesia/Geral Por Existir 4 1.219 03/07/2010 - 05:00 Português
Poesia/Amor Um Beijo à Alma 4 665 03/06/2010 - 15:59 Português
Poesia/Fantasia Parcas 1 722 03/05/2010 - 04:32 Português
Poesia/Amor Palavras do Anjo 5 465 03/05/2010 - 04:31 Português
Poesia/Geral Mar Nómada 5 547 03/05/2010 - 04:12 Português
Poesia/Meditação A Escolha de um Passo 7 793 03/05/2010 - 04:04 Português