CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PRIMEIRO IMPULSO

Ás vezes o som da TV me irrita,
Ás vezes o ruído dos seus chinelos no chão me deixa nervosa
Ás vezes os movimentos repetitivos são agonizantes
Ás vezes seus cílios são barulhentos...
Um pequeno labirinto liga o canal do ouvido a algum lugar,
Eu não sei aonde vai dar.
Quem sabe passando pelo canto do olho
Ligando até aos nervos dos calcanhares
Subindo, subindo, entrando, saindo,
Se repetindo.
Por entre as veias
O sangue macio
Levando até a garganta
Um nó apertado,
Estômago embrulhado em papel amassado,
Contraindo meus dedos,
Inspirando, puxando,
Parindo,
Um prematuro impulso das mãos.
Atingindo além da fronteira.
Entrando em sua caveira.
Zoando, zumbindo, tinindo,
Doendo, ardendo,
Sangrando, chorando,
Não há mais barulho, nem movimento.
Apenas você largado ao relento.
E eu do teu lado pensando sem sentimentos,
Ás vezes seus cílios são barulhentos...

:-o ;-)

Submited by

sexta-feira, setembro 18, 2009 - 22:47

Poesia :

No votes yet

ZiZi

imagem de ZiZi
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 17 horas
Membro desde: 08/23/2009
Conteúdos:
Pontos: 274

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: PRIMEIRO IMPULSO

Zizi,

Adorei ler! Instigante... ;-)

imagem de MarneDulinski

Re: PRIMEIRO IMPULSO

ZiZi!
PRIMEIRO IMPULSO

LINDISSIMO ZiZi, NÃO ME ADENTRO PORQUE, NÃO ENTENDO DE CÍLIOS AINDA MAIS DE CíLIOS BARULHENTOS; ADEMAIS QUANDO ESTAVA NO CHÃO CAIDO, ESTAVA PENSANDO EM FLORES, EM VOCÊ E EM MEUS AMORES, NOS JARDINS FLORIDOS, QUE AGUARDAM A PRIMAVERA CHEGAR!
LUZ, VIDA E AMOR
PAZ PROFUNDA
Meus parabéns pelo belo poema, e desculpe-me pela brincadeirinha poética, é só para alegrar!
Porque, mesmo, o personagem do poema não sou eu!
Com carinho e respeito,
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ZiZi

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Cascas de ferida 1 659 04/16/2011 - 02:58 Português
Fotos/ - 2163 0 852 11/23/2010 - 23:45 Português
Fotos/ - 1680 0 882 11/23/2010 - 23:40 Português
Fotos/ - 1681 0 800 11/23/2010 - 23:40 Português
Fotos/ - 1682 0 845 11/23/2010 - 23:40 Português
Poesia/Geral 0 420 11/18/2010 - 14:58 Português
Poesia/Geral 52 e meio 0 482 11/17/2010 - 23:00 Português
Poesia/Geral Reflexo 1 367 04/10/2010 - 03:47 Português
Poesia/Geral Afagos na Desilusão 3 450 03/06/2010 - 12:32 Português
Poesia/Geral Na minha voz 2 459 03/06/2010 - 03:16 Português
Poesia/Geral Castelos da Infância 2 382 03/06/2010 - 03:14 Português
Poesia/Geral Jantar 2 370 11/21/2009 - 18:03 Português
Poesia/Geral Hi! Hello! 1 432 11/21/2009 - 05:41 Português
Poesia/Geral Brazilian wax 1 507 11/21/2009 - 04:39 Português
Poesia/Geral Esmola p´ra play 4 447 11/01/2009 - 22:21 Português
Poesia/Geral Reforma Agraria 2 416 10/31/2009 - 23:49 Português
Poesia/Geral Aquecedor de baixo custo para chuveiro 3 403 10/30/2009 - 20:08 Português
Poesia/Geral Corredor do tribunal 3 443 10/30/2009 - 17:30 Português
Prosas/Mistério PERNA AMPUTADA 2 572 10/07/2009 - 15:11 Português
Poesia/Geral Vitimas inocentes 2 395 10/07/2009 - 14:06 Português
Poesia/Geral Vicio 1 441 09/28/2009 - 11:41 Português
Poesia/Geral Atemporal 1 552 09/28/2009 - 11:37 Português
Poesia/Geral Classificados 2 394 09/27/2009 - 14:38 Português
Poesia/Geral Atualizado o passado, renovada a dor 1 379 09/27/2009 - 02:56 Português
Poesia/Geral Calo me calo 2 420 09/27/2009 - 00:17 Português