CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

QUEM SE ILUDE, ACEITA A DOR.

Sou um romântico da guerra.
Não sei contemplar a lua,
somente trincheiras e terra.

E, estou muito triste, enfim.
Sempre que vem o carteiro
ninguém se lembrou de mim.

Então fico em meu cantinho,
e a solidão e a saudade
as vou ruminando  sozinho.

Sinto muito a sua falta,
e me disseram que dormindo,
falo seu nome em voz alta.

Durmo com um olho aberto,
e mesmo longe e em silêncio
sinto você muito perto.

Meu foco é sempre o perigo,
e quem não sabe meu nome,
claro, é meu inimigo.

E se no furor da batalha,
um dia o inimigo atira
e a minha bela arma falha?

É como uma guerra o amor.
Me entreguei com toda a alma
me iludi, fiquei com a dor.

J. Thamiel
Guarulhos, SP - Brasil
18.01.2021
12:32h

Submited by

segunda-feira, janeiro 18, 2021 - 22:17

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 18 horas
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3571

Comentários

imagem de Maria Letra

QUEM SE ILUDE, ACEITA A DOR.

Respondendo à pergunta que faz, atrevo-me a dar o meu parecer. Creio ser uma característica do verdadeiro poeta, possuidor de uma imaginação com asas leves. Leva-se para onde deseja.

imagem de J. Thamiel

Às vezes depois que escrevo,

Às vezes depois que escrevo, eu me pergunto:
- Será que fui eu quem escreveu?

imagem de Maria Letra

QUEM SE ILUDE, ACEITA A DOR

Sabemos que o poeta é, por natureza, nostálgico e é nesses momentos que nascem poemas capazes de despertar sentimentos nos outros. Este foi um desses momentos. Parabéns!

imagem de J. Thamiel

Obrigado pela

Obrigado pela observação.
Aproveitando o momento, gostaria de
fazer uma pergunta:

Por que escrevo sobre coisas que
não fazem parte do meu universo, bem
como situações que acontecem em locais
que não conheço e aonde nunca estive?

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral REFLEJO DE UNA GALINNA 0 26 05/05/2021 - 16:46 Português
Poesia/Geral O POETA FERIDO 3 270 04/22/2021 - 20:43 Português
Poesia/Desilusão AGORA É SAUDADE 0 212 04/21/2021 - 15:14 Português
Poesia/Fantasia H A R M O N I A 4 304 04/07/2021 - 15:39 Português
Poesia/Geral A CHUVA MOLHA AS ALMAS DISTRAÍDAS 0 202 04/03/2021 - 16:13 Português
Poesia/Geral REFLEJO DE UNA GALLINA 0 187 03/11/2021 - 18:39 Espanhol
Poesia/Geral R E F L E X Ã O DE U M A G A L I N H A 0 309 03/11/2021 - 17:38 Português
Poesia/Desilusão D E S T I N O 0 425 03/10/2021 - 13:24 Português
Poesia/Fantasia R E V E R Ê C I A 0 477 02/28/2021 - 19:01 Português
Poesia/Amor PERDIDOS NO TEMPO 0 327 02/25/2021 - 22:55 Português
Poesia/Poetrix GUARULHOS HOJE 0 714 02/23/2021 - 20:03 Português
Poesia/Amor O MAIS BELO POEMA FEITO PARA VOCÊ 0 375 02/18/2021 - 20:19 Português
Poesia/Amor TUA BELEZA 0 225 02/15/2021 - 13:49 Português
Poesia/Amor O ETERNAMENTE 0 314 02/15/2021 - 12:39 Português
Poesia/Amor UMA ILUSÃO LETAL 1 333 02/13/2021 - 20:20 Português
Poesia/Geral JOSÉ DE TAL 1 138 02/10/2021 - 22:42 Português
Poesia/Geral CORAL DE MARMANJOS 1 201 02/10/2021 - 22:27 Português
Poesia/Geral E, AS VACAS ? 1 223 02/10/2021 - 22:20 Português
Poesia/Geral PORQUE ME TORNEI POETA 4 328 02/10/2021 - 12:36 Português
Poesia/Amor FLORES DE HORTELÃ 0 216 02/05/2021 - 23:55 Português
Poesia/Haikai VENTO ANDALUZ 0 255 02/05/2021 - 18:27 Português
Poesia/Fantasia SOLIDÃO - (Rimas interpoladas) 3 295 02/04/2021 - 10:24 Português
Poesia/Fantasia TROAM TROVAS TRIVIAIS 0 257 02/03/2021 - 20:44 Português
Poesia/Desilusão SONHO PERDIDO - (ensaio de rimas) 0 220 02/03/2021 - 18:56 Português
Poesia/Geral PALAVRA NÃO IMPRESSA 3 331 02/02/2021 - 17:12 Português