CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

RAZÕES DE MORRER




Razões de morrer

 

 

Conheço muitas razões pelas quais eu morreria,

Mas não conheço nenhuma pela qual eu mataria,

Morreria para defender a minha liberdade,

Mas não mataria para fazer dela um acto de vontade,

Por matar muita gente, não quero ser herói ou importante,

Preferiria ser cobarde e morrer sem fazer sangue.

 

 

Por amor é uma das razões pela qual morreria também,

Para salvar quem amo, principalmente a minha mãe,

Que me deu todo o amor que hoje tenho dentro de mim,

E é por isso que tenho vida e alegria e gosto de estar aqui,

Para continuar a dar amor e lutar por ele até à morte,

Salvando outras vidas para ser herói da minha sorte.

 

 

Razões, há tantas razões pelas quais eu morreria,

São tantas que dava para enumerar uma por dia,

Pelo bem, pela justiça não me importava de morrer,

Mas queria ficar vivo para continuar a defender,

Quem sofre pelo mal e pela injustiça humana,

Quem quer ser herói matando, a sua vida é mundana.

 

 

A história está cheia de heróis por causar mortandade,

Pela luta entre crenças, poder, sem olhar à idade,

A vida só se tem uma vez, é para ser defendida,

Mas, nunca defendendo para se perder outra vida,

Há argumentos que têm força sem ser causa de matar,

Quem usa os argumentos da força nunca saberá amar.

 

 

Razões pelas quais eu morreria estão todas na minha mente,

Nunca seria pelo dinheiro ou pelo poder, certamente,

Eu amo a minha vida, sem esquecer a dos outros também,

Pois, matar pelo poder ou pela crença não dá direito a ninguém,

Mas, infelizmente, esta regra é tantas vezes quebrada,

Apenas pelo prazer ou por qualquer coisa de nada.

 

 

 

 

Tavira, 23 de Setembro de 2011-Estêvão

 

 

 

Submited by

quarta-feira, agosto 28, 2013 - 21:34

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 semanas 4 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 340 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 212 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 257 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.396 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 890 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.152 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.683 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.364 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.984 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.322 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.736 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.724 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 964 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.157 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.136 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.365 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.723 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.389 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 969 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.549 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.075 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.193 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.047 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.260 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.157 12/21/2016 - 10:58 Português