CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Retirante

Olho pela janela amanheceu
O sol nascendo esplendoroso
Meu corpo dói minhas juntas parecem desarticuladas
A caminha é longa cedo tem que começar

O cheiro do pirão, no fogo me da sede
Mas água, não tem secou há muito tempo
Tudo foi há muito tempo
A caminhada começa é longa

Minha lavoura é mato seco
A comida acabou
Meus pés queimam e ardem
O sol cresce e se agiganta

Vejo no horizonte um tremor
Parece o solo em brasas, é meu amado nordeste
A enxada no ombro dói, arde e queima
A terra virou poeira, e maltrata meus olhos

Mas tem que se trabalhar a chuva pode vir
Sigo olhando o horizonte onde o sol terra é um só
Uma única esperança que tenho é ver a água correr na terra
De repente uma nuvem no céu me alegra

Mas logo se dissipa o sol a engole
O Calor escaldante me deixa cego
A água secou...
Um inseto cruza meu caminho

Sigo com olhar de alegria seu trajeto
Água finalmente, estendo as mãos
E abobado o que apanho logo seca
Tenho areia escaldante para beber

Não ha mais esperança, parto no primeiro pau de arara
Quero água não importa, pode ser do esgoto
Quero comida não importa, pode ser do lixo
Parto para o desconhecido, com esperança no coração

Submited by

quarta-feira, setembro 30, 2009 - 04:17

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 47 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2886

Comentários

imagem de gimendhes

Re: Retirante

"Parto para o desconhecido, com esperança no coração"

Realidade refletida em versos
gostei mto
bjos,
Gi

imagem de NelsondePaula

Re: Retirante

Velho tema, tão atual!!!

imagem de marialds

Re: Retirante

Concordo Sr. NesondePaula, nos que nos dizemos país em desenvolvimento, nos retiramos de um lugar para outro por fome, por falta de trabalho.
Nos países, desenvolvidos os retirantes, são diferentes, as pessoas retiram porque obteveram uma promoção e melhores salários.
O retirante sempre existirá, esta do traçado poético é uma das piores maneiras de se retirar.

imagem de LilaMarques

Re: Retirante

Maria Luiza,

Que forma bonita e sensível de trazer a dor do nosso nordestino!
Parabéns.
Beijo.

imagem de marialds

Re: Retirante

Cara amiga Lila,nos anos 5o eu morava no Rio de Janeiro capital do Brasil, era criança e ia com minha mãe a feira de Marechal Hermes, chegavam nordestino a toda hora fugindo da seca magros, famintos, traziam consigo papagaios, araras e até cães cadavéricos, sem dinheiro.
A comida era escassa, até para quem tinha dinheiro.
para compra-la.
Vendiam tudo até seus animais de estimação, esta é a história real dos primeiros retirantes que conheci. Devia era te-la posto em prosa.
Vivi aquele tempo, pena é, que pouco mudou a história ainda é a mesma hoje, só que agora tem muitos grupos de apoio aos retirantes, naquele tempo estes estavam só em sua jornada.
Os caminhãos que chegavam trazendo gente nem laterais ou bancos tinham e isto me impressionou muito.

imagem de FlaviaAssaife

Re: Retirante

Marialds,

Congratulo-te pela beleza com que descreves tanta dor e sofrimento que assola nosso nordeste.

Em teus versos pulsa a emoção!

Muito lindo! ;-)

imagem de MarneDulinski

Re: Retirante

marialds!

Retirante

Não ha mais esperança, parto no primeiro pau de arara
Quero água não importa, pode ser do esgoto
Quero comida não importa, pode ser do lixo
Parto para o desconhecido, com esperança no coração

UMA REALIDADE EM NOSSO NORDESTE, QUE A POETISA(POETA), RELATA MUITO BEM, EM SEUS VERSOS POÉTICOS!
Meus parabéns,
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 1.293 07/22/2015 - 20:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.917 07/19/2014 - 03:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.210 03/02/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.496 03/02/2014 - 02:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.240 03/02/2014 - 02:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.880 12/20/2013 - 21:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.344 11/28/2013 - 00:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 2.378 11/28/2013 - 00:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.655 11/27/2013 - 23:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 2.135 11/27/2013 - 22:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.666 11/18/2013 - 00:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 1.358 05/12/2013 - 00:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.790 06/24/2012 - 21:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.460 06/17/2012 - 20:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 1.268 06/17/2012 - 02:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.899 03/30/2012 - 10:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.743 03/30/2012 - 05:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.504 03/30/2012 - 04:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.727 01/22/2012 - 03:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 1.283 01/21/2012 - 03:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 3.405 01/15/2012 - 22:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.662 01/15/2012 - 22:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.320 01/15/2012 - 21:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.438 01/15/2012 - 21:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.727 09/17/2011 - 05:15 Português