CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

REVEJO-ME

Entorpecida
encosto a cabeça
ao muro da saudade.

Revejo-me
embaciando o espelho da mentira.

Quero num suspiro
apagar a inquietude destes olhos,
deixando que a chuva me cante
e o vento me toque.

Aspiro-te
nas falésias gotejantes
de um luar esperado
no contorno da paixão inebriante.

Aspiro-te
num beijo fugaz
em tons de melancolia
onde passa a desolação
das gotas caídas
na folhagem amarelecida da vida.

Submited by

terça-feira, dezembro 1, 2009 - 01:31

Poesia :

No votes yet

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 1 dia
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de apsferreira

Re: REVEJO-ME

Belo texto, pleno de sentimento.
Gostei muito.
:-)

imagem de Anita

Re: REVEJO-ME

E como prefiro as folhas amarelas e velhas de um livro, porque torna-se belo, forte, indestrutível e apaixonante. Do mesmo modo vejo isto nas folhagens amarelecidas das vidas, o amarelo do tempo, do passado, do sentido e tudo mais.

Anita

imagem de LilaMarques

Re: REVEJO-ME

MariaMateus,

Estou arrepiada com este poema, com a intensidade da emoção dele trespassada, da beleza paradoxal que termina em um imenso desolamento...

Lindo! Parabéns!

Um beijo. :-)

imagem de jopeman

Re: REVEJO-ME

Revejo-me, ocasionalmente, nestes versos que adorei.

Gostei imenso

Bjos

imagem de Dianinha

Re: REVEJO-ME

Declamei este poema para mim mesma e até me arrepiei...

Está magnifico, forte, repleto de amor!
Adorei!

Beijinho com carinho maria..
Sua fã! :-)

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: REVEJO-ME

Maria Mateus.

A este meditar só posso me encantar!

Um abraço,
REF

imagem de analyra

Re: REVEJO-ME

Absolutamente magnífico, amei.
És uma grande poetisa. Sentido, estético, forma imagens.
Lindo mesmo.
Grande abraço.

imagem de MarneDulinski

Re: REVEJO-ME

Lindo poema, Gostei!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza SECOU O MAR ONDE EU ERA LUA 1 1.031 06/25/2011 - 17:28 Português
Poesia/Pensamentos FOLHAS DE OUTONO 1 775 06/21/2011 - 22:54 Português
Poesia/Pensamentos AMOR ENDIABRADO 1 959 06/21/2011 - 22:52 Português
Poesia/Pensamentos SONHAR-TE ACORDADA 1 635 06/21/2011 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos IR-ME LONGE 1 863 06/21/2011 - 22:49 Português
Poesia/Pensamentos OVACIONA MEU CORPO 1 645 06/21/2011 - 22:47 Português
Poesia/Amor ESTÁ ESCRITO NA LUA O MEU LUGAR CONTIGO 1 572 06/18/2011 - 20:29 Português
Poesia/Tristeza VERTIGEM ONDE JAZ MEU CORPO 3 848 06/16/2011 - 18:13 Português
Poesia/Amor QUANDO EU MORRER… 1 538 06/16/2011 - 18:11 Português
Poesia/Paixão DESCOMPASSADAMENTE 1 1.073 06/16/2011 - 13:48 Português
Poesia/Pensamentos Vou GRITAR!!! 0 706 06/16/2011 - 13:31 Português
Poesia/Pensamentos AMOR DE TANTOS PORQUÊS INACABADOS 0 667 06/16/2011 - 13:19 Português
Poesia/Amor SORRISO PERFEITO 0 726 06/15/2011 - 20:35 Português
Poesia/Fantasia ILUMINA-ME TU Ó SOL, FAZ-ME TUA LUA 1 573 06/14/2011 - 16:33 Português
Poesia/Paixão ETERNAMENTE TUA!!! 0 443 06/14/2011 - 13:36 Português
Poesia/Pensamentos LEMBRANÇAS ENTRE LENÇÓIS TRANSPIRADOS DE AMAR 0 939 06/14/2011 - 13:25 Português
Poesia/Pensamentos O MEU ECLIPSE 3 696 06/08/2011 - 17:31 Português
Poesia/Pensamentos VIVAMENTE MORTA! 6 823 06/08/2011 - 16:30 Português
Poesia/Amor TEIMOSIA A DOIS 4 864 06/08/2011 - 16:20 Português
Poesia/Pensamentos NA MARGEM DO ADEUS 2 580 06/08/2011 - 16:15 Português
Poesia/Dedicado ADEUS MEU PAI 2 1.812 06/08/2011 - 16:01 Português
Poesia/Pensamentos QUISERA EU SER VENTO 10 1.231 06/07/2011 - 19:31 Português
Poesia/Amor A NOITE POR MIM CAI 1 764 06/07/2011 - 18:14 Português
Poesia/Tristeza NUMA LÁGRIMA 1 346 06/06/2011 - 23:53 Português
Poesia/Pensamentos FLOR FRÁGIL 0 567 05/25/2011 - 23:19 Português