CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ROSA




 

Rosa

 

Rosa é nome de mulher e de uma linda flor,

Que a mãe Natureza tão bem a criou,

Que enche os jardins de todo o mundo,

Que simboliza o sentimento mais profundo,

O amor que também faz a paz e o bem viver,

Mas também pelo amor se pode sofrer.

 

Se todo o mundo fosse um jardim de rosas,

Todas vermelhas, perfumadas e formosas,

Ai como eu gostava que o mundo assim pudesse ser,

Para o encanto de muitos olhos para ver,

Um jardim imenso muito grande e abrangente,

Que envolvesse o coração de toda a gente.

 

Aos lábios pintados de vermelho de uma mulher,

A nossa mente associa a uma rosa que gosta de ver,

Desperta o amor e os olhares de quem gosta dela,

Por fazer lembrar a flor, uma rosa tão bela,

Por isso a rosa, nunca pode ser uma flor vulgar,

Porque desperta o sentimento nobre de amar.

 

Rosa, que nome tão lindo e cheio de cor,

Que não se vê mas cheira sempre a amor,

Que se espalha sempre por toda a parte,

É uma obra da Natureza cheia de perfume e arte,

Que nenhum homem a consegue conceber,

Porque é obra de Deus e só Ele sabe fazer.

 

A todas as rosas eu dedico este poema com amor,

Seja nome de mulher ou desta linda flor,

Com o desejo de fazer do mundo um belo jardim,

Para que fique eternamente sempre assim,

Para que as armas não matem e se calem para sempre,

E que se transformem em rosas de gente.

 

Tavira, 1 de Maio de 2011-Estêvão

 

Submited by

terça-feira, novembro 12, 2013 - 19:52

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 2 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de José Custódio Estêvão

POEMA

Dedico este poema a todas as rosas do mundo.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Meditação UM SONHO 0 836 12/21/2012 - 11:39 Português
Poesia/Geral À ESPERA DE UMA VIAGEM 0 831 08/26/2012 - 15:07 Português
Poesia/Pensamentos A JUVENTUDE PASSA 2 579 06/16/2012 - 10:49 Português
Poesia/Meditação A VOZ DO DINHEIRO 0 719 04/29/2015 - 16:14 Português
Poesia/Amor AO AMOR NÃO INTERESSA O TEMPO 0 440 02/17/2013 - 13:20 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS PERNAS 0 644 11/29/2013 - 12:46 Português
Poesia/Meditação BRINCAR COM O FOGO 0 561 02/07/2013 - 11:38 Português
Poesia/Meditação GANHAR UM AMIGO 0 520 05/12/2013 - 11:19 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.674 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Meditação À LAREIRA DA FÉ 0 824 07/20/2013 - 12:28 Português
Poesia/Meditação A LUA 0 542 10/27/2012 - 00:43 Português
Poesia/Meditação A SAUDADE DÓI 0 545 06/15/2013 - 09:49 Português
Poesia/Meditação A SAUDADE DÓI 0 417 06/15/2013 - 09:50 Português
Poesia/Meditação A TERRA QUE EU PISO 0 6.356 09/10/2014 - 10:35 Português
Poesia/Meditação A ALMA TAMBÉM SANGRA 0 873 02/04/2013 - 10:57 Português
Poesia/Amor A BELA ADORMECIDA 0 1.757 04/22/2012 - 11:38 Português
Poesia/Meditação A CAÇA E O CAÇADOR 0 1.316 12/30/2015 - 10:58 Português
Poesia/Geral A CHUVA 0 411 01/24/2013 - 11:44 Português
Poesia/Meditação A CHUVA NÃO PÁRA DE CAIR 0 420 02/09/2013 - 12:50 Português
Poesia/Meditação A CONSCIÊNCIA 0 1.015 07/22/2015 - 10:28 Português
Poesia/Meditação A COR DA ALMA 0 748 10/02/2012 - 10:03 Português
Poesia/Alegria A COR DO CÉU 4 426 06/25/2012 - 13:49 Português
Poesia/Meditação A COR DO TEMPO 0 492 01/16/2013 - 11:59 Português
Poesia/Amor A COR DOS TEUS OLHOS 0 733 12/02/2012 - 18:55 Português
Poesia/Intervenção A DESGRAÇA DE UMA NAÇÃO 0 561 03/09/2016 - 12:28 Português