CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SÓ LEMBRAMOS QUANDO SE TEM

Só nos lembramos quando se tem

 

Há tantos dias que não vejo o Sol o dia inteiro,

Este Sol que alcança o mundo sem dinheiro,

Já sinto saudades do céu azul, da sua luz, do seu calor,

As nuvens mantêm-no escondido há tanto tempo,

Olho para o céu logo de manhã, está todo cinzento,

Sinto – me triste, tenho frio, sinto falta do seu amor.

 

Quando tenho todos os dias este Sol que me ilumina,

Sinto algo dentro da minha alma que me anima,

Depois fico a ele habituado, não ligo, nem penso nele,

Mas quando ele me falta, sinto vontade de o ver,

Sinto que ele é o mais importante para eu poder viver,

E dele me lembro que existe, sou ingrato para com ele.

 

Assim como ajo com o Sol, ajo, com tudo o que tenho,

É tudo importante para a minha vida, não me empenho,

Só quando fico privado de algumas destas coisas tão belas,

Choro, tenho saudades, ando louco, me castigo,

já a perdi, não volta mais e sem elas parece que não vivo,

Depois já dou valor e penso, quão importante são elas.

 

Porque será que eu sou assim? Tenho pena de o ser.

Devia dar valor às minhas coisas não deixá-las morrer,

Sem amor, sem carinho, sem afecto, eu não quero ser assim,

Se assim fui concebido, com tantos defeitos no meu crer,

A mim me condeno, me castigo que mais eu posso fazer?

Queria senti-las no meu eu, porque fazem parte de mim.

 

Enquanto eu estive protegido pelo meu pai e a minha mãe,

Eu via – os todos os dias, estava alegre e não ligava também,

Ai, mas quando eles me faltaram eu senti – me tão sozinho,

Fiquei louco, chorava todos os dias, parecia que o mundo acabou,

Para mim, parecia que a minha vida, nesse momento começou,

Sentia tanta falta da sua presença do seu amor e carinho.

 

Sou ingrato, e um dia eu vou pagar do mesmo modo, certamente,

E aí eu vou sentir quanta falta faz o amor verdadeiramente,

Entre o amor e o mundo, se preferir escolher o mundo, fico só,

Mas, se eu pensar muito bem e quiser escolher o amor,

Eu posso conquistar o mundo, e assim fico muito melhor,

Já sei dar o valor às minhas coisas e de mim mesmo não tenho dó.

 

Quando comecei a entender o mundo, saber o que era o mal e o bem,

Eu devia ter logo aprendido a dar o valor às coisas que a gente tem,

Mas eu fui concebido assim, como toda a gente, com defeitos e pecados,

O que é que eu hei-de fazer, se comigo também nasceu a ingratidão?

                       Posso sempre ser melhor, para melhorar a minha própria razão,                      

Pois assim, eu e os outros poderíamos aprender a amar e a ser amados.       2/01/201

 

 

Submited by

quarta-feira, março 28, 2012 - 11:25

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 3 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Gostei

Gostei bastante...

Parabéns

Bjs na alma,

Keila... .....)...(@

:)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 336 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 255 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.385 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 886 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.149 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.675 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.358 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.976 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.307 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.710 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.718 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 961 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.153 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.134 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.357 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.716 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.383 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 963 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.537 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.071 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.185 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.043 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.239 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.137 12/21/2016 - 10:58 Português