CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SABEDORIA

Sabedoria

 

 

Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la,

E assim se pode demonstrar usando a fala,

Que é o meio de comunicação que temos,

E com ela ensinamos e aprendemos,

E quanto mais aprendemos mais há para saber,

Só têm dúvidas, aqueles que gostam de aprender.

 

Ter sabedoria e usá-la só para dentro de si,

É como se nada soubesse, morre dentro de mim,

Não cresce nem continua no tempo,

Fica aprisionada dentro do meu pensamento,

As palavras não saem morrem antes de sair,

E a sabedoria é ignorância, não a dou a quem pedir.

 

Ensinar, é dar educação, é expandir a sabedoria,

É dar luz à mente e ajuda a iluminar o dia,

É ver aquilo que não se vê sem aprender,

Ajuda a abrir os olhos para o mundo e para o saber,

Quanto mais se sabe mais dúvidas aparecem,

O saber é infinito e assim as coisas acontecem.

 

Mesmo sem querer a vida dá-nos muito ensinamentos,

Pelo que se vê através dos muitos exemplos,

Pois as palavras só por si não ensinam o suficiente,

Passam sempre rapidamente e não ficam na mente,

As palavras voam, não voltam, não as agarramos,

E os exemplos ficam dentro de nós quando gostamos.

 

Não basta ensinar apenas uma especialidade ,

Ela pode fazer de nós uma máquina sem humanidade,

É preciso amor quando se ensina e quando se aprende,

Em tudo o que fazemos e o amor não se vende,

Oferece-se sem receber nada como recompensa,

Ensinando e aprendendo com amor,  sempre compensa.

 

Vale a pensa ensinar, o que vale a pena ser empreendido,

Pois é o mais belo ensinamento de um amigo,

É o mais belo e é o mais moralmente correcto,

Ensinar e aprender nunca se torna obsoleto,

É a jóia mais rica que a vida nos pode dar,

Não basta saber, é preciso ser bom na arte de ensinar.

 

 

 

Tavira, 11 de Outubro de 2011-Estêvão

Submited by

quinta-feira, setembro 5, 2013 - 09:34

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 16 semanas 6 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 338 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 208 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 256 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.389 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 887 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.151 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.678 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.360 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.979 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.312 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.724 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.721 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 961 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.153 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.135 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.360 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.719 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.384 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 966 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.539 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.073 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.187 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.044 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.244 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.152 12/21/2016 - 10:58 Português