CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SE, DEPOIS DE EU MORRER.

«Se, depois de eu morrer,
Quiserem escrever a minha biografia,»*
Poderão falar da minha discografia
E de quanto eu gostava de ler.

Que adorava o mar, cantar e brincar…
Estar na praia a correr na areia
Atrás das gaivotas que, no ar,
Iam ao encontro da lua cheia.

Que fiz da dança paixão
E voava de olhos fechados.
Partiu-se meu sonho no chão
E o que sobrou foram pecados.

Destes não vão querer falar
Por desconhecerem os meandros
Mas que gostava de jogar
Na mesa e na cama com malandros.

A luz que me surgiu da dor
Por nefastas operações,
Tornou claras as sensações
Que pairavam em meu redor.

Que o meu físico cedo cedeu
Às agruras que a vida trouxe.
O meu corpo enxovalhou-se.
Porém, minha alma engrandeceu.

* CAEIRO, Alberto, Poemas Inconjuntos (1915), Revista Athena, n.º 5, 1925

Submited by

segunda-feira, junho 1, 2009 - 00:05

Poesia :

No votes yet

Patrícia Taz

imagem de Patrícia Taz
Offline
Título: Moderador Consagrados
Última vez online: há 31 semanas 5 dias
Membro desde: 04/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 650

Comentários

imagem de Henrique

Re: SE, DEPOIS DE EU MORRER.

Criativo e inspirado, boas palavras!!! :-)

imagem de Danielagomes

Re: SE, DEPOIS DE EU MORRER.

Adorei!
Muito bom,uma poesia de excelente
qualidade.bjos :-)

imagem de Patrícia Taz

Re: SE, DEPOIS DE EU MORRER.

Muito obrigada por suas palavras de apreço.
Tudo o que é sentido quando escrito faz sentido quando é lido.

Adorei seu com..

Um beijo de mim, de POR para vc em SP! ;-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Patrícia Taz

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor POEMA INACABADO 5 1.379 03/19/2013 - 03:16 Português
Poesia/Geral ALQUIMIA DA ESCRITA 25 2.118 01/22/2012 - 15:47 Português
Poesia/Dedicado SORVO POÉTICO 24 1.730 01/22/2012 - 15:41 Português
Poesia/Intervenção (A)NORMALIDADE DO CÃO QUE O DIABO AMASSOU 18 1.368 06/27/2011 - 17:32 Português
Poesia/Dedicado PERFIL DE VIAGEM 7 995 03/29/2011 - 17:18 Português
Poesia/Intervenção CONVERSA DE CAMARADAS, PÁ? 3 1.159 03/19/2011 - 23:33 Português
Poesia/Intervenção DILEMA OPRIMIDO 8 1.066 03/16/2011 - 16:44 Português
Poesia/Desilusão SOLTA-SE O FIO DA VIDA LÁ DENTRO 8 1.449 02/28/2011 - 16:07 Português
Fotos/Outros Facto Binário 0 1.498 02/20/2011 - 00:39 Português
Poesia/Dedicado POEJET Intercontinental 4 1.212 02/18/2011 - 13:40 Português
Poesia/Canção LEITO DA SAUDADE 8 1.269 02/18/2011 - 12:11 Português
Poesia/Amor VALSA DOS CORVOS 4 879 02/18/2011 - 02:04 Português
Fotos/Paisagens A Sun's Glance 2 2.210 02/16/2011 - 01:37 inglês
Poesia/Fantasia VOO DE SONHO 5 966 02/11/2011 - 15:58 Português
Poesia/Canção MATÉRIA IMATERIAL 4 1.051 02/11/2011 - 11:05 Português
Fotos/ - 1249 0 1.408 11/24/2010 - 00:38 Português
Poesia/Soneto SOBREVIVENTES 0 1.000 11/17/2010 - 23:42 Português
Poesia/Erótico FOTO A PRETO E BRANCO 0 926 11/17/2010 - 23:40 Português
Poesia/Poetrix MATÉRIA IMATERIAL 1 692 08/07/2010 - 14:20 Português
Poesia/Amizade O AVESSO DO INVERSO 2 923 06/08/2010 - 23:18 Português
Poesia/Geral MAÇO DE NOTAS 1 922 04/23/2010 - 00:17 Português
Poesia/Amor ARLEQUIM 8 1.126 04/20/2010 - 16:13 Português
Poesia/Paixão CHUVAS DE MARÇO 4 892 04/10/2010 - 04:20 Português
Poesia/Paixão COBERTA DE HISTÓRIAS 5 917 04/09/2010 - 19:14 Português
Poesia/Amor PROJECÇÕES 4 465 04/01/2010 - 02:37 Português