CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SEMELHANÇAS DISSEMELHANTES

Sou Eu,
o entretanto,
entrelinhas minuciosas
entre a espada da vida e a parede
dos sonhos onde não me combino.

O talvez
de pés na cama,
o arame encarquilhado
no limiar da alva que não afino.

Sou acre lírio.

O massacre
do princípio findo,
a veneração do fim iniciado.

Amador amado.

O além delírio
das semelhanças dissemelhantes.

O receio de uma alma fria.

A herança
do homem que sou,
tormenta torneada de utopia.

Destrambelhantes.

Sou nada,
côdea gelada,
um quase enigma,
prenúncio desaprovado.

Serôdia fome de um fado.

Dispêndio farto,
o vazio das imaginações,
alucinações contorcionistas.

Sou tudo,
sou o Eu que conheço,
o Eu que me desconheço.

Longe das vistas.

Submited by

quinta-feira, maio 6, 2010 - 01:29

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 6 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de nunomarques

Re: SEMELHANÇAS DISSEMELHANTES

Lindo Henrique! Dissertações de um ser sobre o ser que é

Sou tudo,
sou o Eu que conheço,
o Eu que me desconheço.

Gostei imenso
Abraço
Ñuno

imagem de marialds

Re: SEMELHANÇAS DISSEMELHANTES

Realmete tudo que parece ser, pode não ser.
Uma realidade muito bem construída em poesia.
Parabens!!!

imagem de vitor

Re: SEMELHANÇAS DISSEMELHANTES

Caramba!
Cada poema, um melhor que o outro...
Este então é maravilhoso, lindo! soberbo!
Sei lá... é fantástico, bombástico!
Quem me dera!
Estou sem palavras.

Abraço.
Vitor.

imagem de mariacarla

Re: SEMELHANÇAS DISSEMELHANTES

De um amador amado, existe sempre uma nova fase da vida... Boa! pois nessa fase poeta, serás tudo! :-)

Beijinho

Carla

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.027 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.624 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.233 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.149 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.995 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.013 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.696 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.691 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.436 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.835 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.273 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.370 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.636 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.851 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.188 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.874 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.763 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.768 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.930 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.563 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.469 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.393 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.433 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.762 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.667 01/16/2015 - 20:47 Português