CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SENTIR A VIDA

Sentir a vida

 

 

Como é bom sentir o vento, o Sol, o frio e a chuva,

E toda a Natureza que nos molha e que nos enxuga,

Que nos dá esperança, sonhos, tristezas e alegrias,

Para irmos vivendo o nosso tempo todos os dias.

 

Todos os dias vamos vivendo com esperança,

Com a esperança de quem espera sempre alcança,

E assim, vamos lutando para irmos vivendo,

Todos os dias correndo atrás do tempo pensando.

 

Pensando no amanhã que é sempre uma interrogação,

Pois não sabemos se no amanhã vamos ter o nosso pão,

Instáveis, débeis, mas sempre com a nossa vontade de viver,

No amanhã que é outro dia que não o podemos deter.

 

Deter na mão temos tantas coisas e tantas coisas de nada,

Feitas de esperança, de sonhos que podem ser leves ou pesadas,

Mas temos nas mãos o caminho do nosso próprio destino,

Que é traçado por nós e nunca atingimos o cimo.

 

O cimo é tão alto ou tão baixo como a nossa própria ambição,

Que é feita de sonhos que todos cabem na nossa mão,

E uns se escapam e outros temos de lutar para os ter,

Antes que o tempo que temos nos faça surpreender.

 

Surpreender, têm emoções que podem ser de alegria ou não,

Que nos faz bater depressa ou de vagar o nosso coração,

E assim, vamos levando as nossas ilusões até ao fim do caminho,

Levando os nossos passos desde que somos pequeninos.

 

Pequeninos somos todos nós em relação ao eterno tempo,

Que nos vai dando forças para irmos com o vento,

Com a força da vida que cada um nós consegue ter.

Desde que saímos do ventre da nossa mãe sem nada ver.

 

 

Tavira, 9 de Janeiro de 2012-Estêvão 

Submited by

quarta-feira, julho 23, 2014 - 16:28

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 semanas 1 dia
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 383 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 253 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 305 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.474 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 960 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.217 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.747 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.418 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 2.035 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.382 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.786 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.787 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 1.040 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.240 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.202 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.428 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.771 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.461 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 1.003 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.613 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.117 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.272 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.092 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.301 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.227 12/21/2016 - 10:58 Português