CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SER POETA

SER POETA

Ser poeta é ser louco
de amor por um pouco
de sonhos, magias
e mil fantasias.
Ser poeta é sonhar
acordado. É criar.

Com versos ele fala,
ele canta, ele embala.
No mistério se esconde,
se alimenta e responde
à nossa procura
de alento e de cura.

Ser poeta é ter medos,
cantar mil segredos,
mil dores, mil tormentos,
em tristes momentos.
É esconder a verdade,
é Amor, é Saudade!

É chorar escrevendo,
viver não vivendo,
é ser nada e ser tudo.
É cobrir com veludo
a dor que carrega
e que em versos nos lega.

Ser poeta é sentir
- mesmo que a dormir -
para além da pele,
a dor que é só dele.
Balouça na rima,
se embala, se anima.

Naquilo que escreve,
o poeta se atreve
a contar loucuras,
História, culturas.
São versos que lemos,
e neles nos revemos.

Pinta, sem pincel,
um quadro, um painel,
em forma de versos,
sobre temas diversos.
Na sua alma inquieta,
reside o poeta!

Maria Letra

Submited by

quarta-feira, março 22, 2017 - 00:22

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Maria Letra

imagem de Maria Letra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 6 dias
Membro desde: 11/20/2012
Conteúdos:
Pontos: 2223

Comentários

imagem de Joel

e a dor que carrega

é poesia tb

imagem de Maria Letra

Sem dúvida! Grata.

Sem dúvida! Grata.

imagem de Maria Letra

SER POETA

Muito grata pelo seu comentário, Deby.

imagem de Deby

Lindo!

Lindo!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Maria Letra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral SABER QUE DÓI 0 997 01/13/2014 - 13:02 Português
Prosas/Terror UM GALINHEIRO DE AVES ESCOLHIDAS A DEDO PARA PRODUZIR AUDIÊNCIAS 0 1.155 01/07/2014 - 07:47 Português
Poesia/Geral UM CERTO FALSO AMAR 0 952 12/30/2013 - 04:26 Português
Poesia/Geral ESTE NATAL EM PORTUGAL 0 481 12/29/2013 - 17:58 Português
Poesia/Geral UM EGO CEGO 0 1.367 12/12/2013 - 13:38 Português
Poesia/Poetrix SÓ, MAS FELIZ! 0 1.350 10/16/2013 - 07:35 Português
Poesia/Geral ERROS MEUS 0 982 10/16/2013 - 01:48 Português
Poesia/Geral QUANDO "SÓ", VALE A PENA 0 628 10/13/2013 - 18:43 Português
Poesia/Intervenção CERCO AOS MARRETAS 0 769 10/07/2013 - 11:11 Português
Poesia/Desilusão VER..., PARA CRER! 0 673 09/28/2013 - 11:20 Português
Poesia/Geral TEUS VENTOS 0 659 09/15/2013 - 09:14 Português
Poesia/Amor A TUA AUSÊNCIA 0 1.144 09/14/2013 - 15:03 Português
Poesia/Geral A MORTE TRAINDO A VIDA 0 490 09/06/2013 - 21:20 Português
Poesia/Geral A NATUREZA E NÓS 0 743 08/25/2013 - 16:20 Português
Poesia/Geral PORQUÊ SETEMBRO? 0 556 08/25/2013 - 11:56 Português
Poesia/Geral PROCESSO LENTO 0 966 08/20/2013 - 19:17 Português
Poesia/Geral DEVE AO SALDO MUITO HAVER 0 982 08/19/2013 - 00:03 Português
Poesia/Amor MEU SENTIR-TE 0 516 08/17/2013 - 13:38 Português
Poesia/Poetrix SATURAÇÃO 0 673 08/17/2013 - 10:29 Português
Poesia/Geral PROJECTO DE VIDA 0 830 08/17/2013 - 10:02 Português
Poesia/Tristeza MORTE, LEGADO ODIADO 0 674 08/16/2013 - 19:10 Português
Poesia/Tristeza TEMPOS QUE O TEMPO TE DEU 0 1.062 08/15/2013 - 11:08 Português
Poesia/Tristeza PERDÃO, MÃE! 0 2.164 08/13/2013 - 10:45 Português
Poesia/Geral O LADO MAU DA CULTURA 0 413 08/11/2013 - 18:00 Português
Poesia/Geral INDIFERENÇA 0 720 08/09/2013 - 17:52 Português