CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SER SONHADOR SEM SER

SER SONHADOR SEM SER

 

 

 

Com o mar e as asas das gaivotas posso sonhar,

Que voo na imensidão infinito sem voar,

Que tenho um grande saber sem nada saber,

Que posso ser eterno no tempo sem o ser,

Que posso sentir um grande amor sem sentir,

Ser poeta e um grande fingidor sem fingir.

 

 

Com o mar e as asas das gaivotas posso sonhar,

Que quero ter muitas coisas para dar sem dar,

Que posso ter uma grande dor sem nada me doer,

Que sou dono e senhor da razão sem a ter,

Que de tristeza tenho lágrimas caídas no chão sem cair,

E que posso sentir a verdade roer-me a alma sem sentir.

 

 

Com o mar e as asas das gaivotas posso sonhar,

Que posso mandar no mundo sem mandar,

Que sinto uma grande vontade de amar sem sentir

Que sinto uma grande vontade de subir ao céu sem subir,

Que tenho asas grandes de sonho para voar sem ter,

E que tenho momentos de vida sem viver.

 

 

Com o mar e asas das gaivotas posso sonhar,

Que numa noite escura vejo o luar sem luar,

Que o mar sobe ao céu com as ondas sem subir,

E que a sua espuma branca das ondas caem sem cair,

E eu vejo as ondas como altas montanhas sem ver,

Eu que não sou eterno não vou ver as ondas a morrer.

 

 

Com o mar e asas das gaivotas posso sonhar,

Que pelo céu a dentro eu posso entrar sem entrar,

Ver as infinitas estrelas do céu sem as ver,

Que parece que toco nelas sem parecer,

E que sinto a minha alma fora de mim sem sentir,

Não é verdade, parti, mas ainda estou aqui sem partir.

 

 

Tavira,16 de Maio de 2012-Estêvão

 

Submited by

quarta-feira, julho 29, 2015 - 08:52

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 3 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 169 12/20/2019 - 16:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 115 12/20/2019 - 16:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 180 12/12/2019 - 17:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.099 12/09/2019 - 12:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 762 12/14/2018 - 10:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 980 09/28/2018 - 14:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.417 03/21/2018 - 15:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.268 09/04/2017 - 09:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.569 07/17/2017 - 09:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 1.927 06/07/2017 - 08:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.396 05/24/2017 - 10:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.410 05/24/2017 - 09:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 842 05/09/2017 - 15:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 960 04/21/2017 - 10:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.020 03/26/2017 - 19:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.238 03/24/2017 - 11:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.482 03/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.191 02/22/2017 - 10:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 854 02/08/2017 - 10:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.108 02/01/2017 - 10:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 903 01/26/2017 - 10:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 945 01/26/2017 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 932 01/11/2017 - 09:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.048 01/04/2017 - 11:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.969 12/21/2016 - 09:58 Português