CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SONETO DO ACASO

Às vezes lembro sem estar pensando
Às vezes penso e não posso lembrar
Encontro o que eu não estava procurando
Não acho o que eu estou a procurar

O acaso faz com que eu encontre amigos
O imprevisto anula o programado
A experiência me alerta dos perigos
Dar tempo é só tempo desperdiçado

O posto de eterno aluno eu assumo
Uma vida de aprendizado é nada
O tempo é pouco e muito pouco eu sei

Já me perdi conhecendo onde andei
E andando em desconhecida estrada
Eu encontrei por acaso o meu rumo.

Sérgio da Silva Teixeira
BAGÉ/RS/BRASIL.

Submited by

sexta-feira, fevereiro 7, 2020 - 11:45

Poesia :

No votes yet

Sérgio Teixeira

imagem de Sérgio Teixeira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 horas 39 segundos
Membro desde: 01/24/2011
Conteúdos:
Pontos: 419

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Sérgio Teixeira

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Geral ANALISTA DE MIM MESMO 0 131 03/17/2020 - 14:38 Português
Poesia/Geral SERES RACIONAIS 0 928 01/25/2011 - 03:05 Português
Ministério da Poesia/Geral VANDALISMO EMPRESARIAL 0 808 01/26/2011 - 01:56 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 277 01/05/2020 - 13:59 Português
Fotos/Pessoais LIVRO RECENTE 0 206 01/05/2020 - 14:06 Português
Fotos/Rostos SÉRGIO TEIXEIRA 0 829 04/04/2011 - 13:22 Português
Poesia/Comédia VULCÃO ISLANDÊS-O CACHIMBO DA PAZ 0 663 05/24/2011 - 16:10 Português
Poesia/Geral DESPEDIDA NA FRONTEIRA (VOYAGER 1) 0 640 08/08/2011 - 22:23 Português
Poesia/Geral AGONIA DO ANO 0 173 12/30/2019 - 00:45 Português
Poesia/Geral LÁ ONDE MORO 0 365 04/12/2013 - 14:25 Português
Anúncios/Outros - Vende-se LIVROS DE MINHA AUTORIA 0 965 03/26/2014 - 18:22 Português
Poesia/Amor TUA PRESENÇA 0 442 08/04/2014 - 21:41 Português
Poesia/Soneto SONETO ÀS FLORES DA SEXTA-FEIRA SANTA 0 164 04/10/2020 - 16:10 Português
Poesia/Soneto SONETO DA EXPERIÊNCIA 0 305 02/17/2020 - 17:52 Português
Poesia/Soneto SONETO DO ACASO 0 153 02/07/2020 - 11:45 Português
Poesia/Geral INÚTIL SABER (DÉCIMAS) 0 293 01/22/2020 - 22:41 Português
Poesia/Geral ADEUS À PRIMAVERA 0 374 12/22/2019 - 11:36 Português
Poesia/Geral O IDÓLATRA 0 171 11/10/2019 - 17:29 Português
Poesia/Geral RIMAS COM SINAIS 0 280 10/16/2019 - 01:35 Português
Poesia/Geral OUTROS MUNDOS 0 491 03/07/2017 - 19:54 Português
Poesia/Geral O CICLO DO TEMPO 0 551 11/02/2017 - 14:57 Português
Poesia/Soneto SONETO DO FIM DOS TEMPOS 0 539 12/06/2017 - 01:05 Português
Poesia/Geral O JULGAMENTO 0 539 01/27/2018 - 00:41 Português
Poesia/Dedicado REINADOS SEM CRIMES 0 906 07/10/2018 - 17:49 Português
Poesia/Geral NOVAS E VELHAS NOVIDADES 0 513 07/26/2018 - 22:03 Português