CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

TER UM AMIGO É TER AMOR

Descobrir um amigo especial é uma aparição
Vestida de transparente e indiferente ao corpo
É sermos gente bonita nas maravilhas que sentimos
Uma vida boa de sentimentos que nos fazem viver bem
Um amigo sempre sincero é um comentador gentleman
De assuntos do coração e ajuda na mudança
Reconhecendo nossos defeitos sem hesitar expô-los
E com sorrisos sérios aplaude o melhor de nós
Não é por se ser mais bonito ou mais feio
Ou mais rico ou mais pobre que temos mais valor
Para um amigo importa sermos um amigo também
Contagiando boa disposição nas horas fardadas de tristeza
Dando asas a uma veia sentimental entre ambos
Um amigo é padrinho de alegrias no dia a dia
Ele revela-se um pai, uma mãe e um irmão nas reacções
Em todas as combinações possíveis de uma amizade
No plano pessoal, o amigo é discreto mas presente
Descobrir um amigo especial e verdadeiro
Também é encontrar o amor, um bom amor
É viver na elegância com jóias de felicidade
Por valiosos sentimentos em atitudes de ouro
Bem guardadas num cofre com código de respeito
E só a confiança pura é a chave que nos abre o peito
Para darmos e recebermos o melhor do mundo, um amigo
Um amigo é um eterno namorado sem ciúme
E no grande aquário da vida somos almas seguras

Submited by

sexta-feira, março 7, 2008 - 14:55

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 7 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Henrique

Re: TER UM AMIGO É TER AMOR

É ter um pouco de tudo!!!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.063 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.635 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.249 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.154 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.008 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.021 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.714 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.702 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DA POESIA 0 5.468 01/30/2015 - 23:06 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.849 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.302 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.380 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.649 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 2.865 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.206 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.881 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.776 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.783 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.946 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.566 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.481 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.400 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.438 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.772 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.685 01/16/2015 - 20:47 Português