CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Terra dos Desterrados

Caminho por areias molhadas e pedras duras
Águas beijam meus pés com toque suave
Sinto em m’alma o frescor de sua maciez
Estou só a beira da loucura e da insensatez

Choro profundo penetra meu ser cambaleante
Queima arde minhas entranhas profusas choram
Dor de labaredas ardentes abate meu ser
É caminha por uma terra não sentida e doida

Alma esvaída cortada e arrasada cega esta
Dor suspirada do desterro do ser partido
Agonia profusa do ser a caminhar em áridas terras
Pés sangrastes na dor doida do ser maldito

Agonia extasiante do não viver e nada ter e sentir
Areia macia penetra meus pés corroi minha pele
Ao meu peito quer chegar devorar meu coração
Meu mundo perdido numa alma sufocada na dor

Mar ungiste com teu sal a queimar minha pele
Pés cansados, sangrando salgados nas areias
Sou alma desesperada atormentada e vazia.
Pela terra dos desterrados estou a caminhar.

Submited by

sábado, setembro 26, 2009 - 03:52

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 12 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2887

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: A Terra dos Desterrados

Marialds,

Triste, forte, intenso, verdadeiro!

Belíssimo como tudo que escreves! BJ :-)

imagem de Versosmeus

Re: A Terra dos Desterrados

Boa tarde amiga!
A cada visita em sua página, mais encanta-me a beleza dos teus versos.
Um poema triste...impactante, de grande verdades!
Nem a tristeza dos versos foi suficiente para esconder a grandeza do mesmo!
Parabéns amiga!

bjs de Luz!

imagem de Poetaminas

Re: A Terra dos Desterrados

Agonia extasiante do não viver e nada ter e sentir
Areia macia penetra meus pés corroi minha pele
Ao meu peito quer chegar devorar meu coração
Meu mundo perdido numa alma sufocada na dor

Que triste, amiga!! Parece um momento de depressão e de solidão profundos. Saudade também! Triste, triste! beijos

imagem de marialds

Re: A Terra dos Desterrados

Amiga Neuza Maria, este poema foi,inspirado em história,finalmente estão criando uma biblioteca na cidade e me pediram doações.
Fui ao porão e comecei a ver livros velhos e achei um sobre a Inconfidencia Mineira.
Um relato sobre Marilia e Dirceu me fez escrever este
poema.
Enquanto Claudio Manoel da Costa desterrado em Portugal casou-se e constitui família, Marilia chorou seu amor até a morte no Brasil.
Ai tentei me por no lugar dela, e pensei esta mulher é que viveu na Terra dos Desterrados.
Posso, não ter transmitido isto pois não coloquei nota, esqueci.

imagem de MarneDulinski

Re: A Terra dos Desterrados

marialds!

Terra dos Desterrados

Mar ungiste com teu sal a queimar minha pele
Pés cansados, sangrando salgados nas areias
Sou alma desesperada atormentada e vazia.
Pela terra dos desterrados estou a caminhar.

LINDÍSSIMO, LINDÍSSIMO, SEU POEMA, NO TODO, DESTACO ESTES VERSOS SUPRA, MAS REPITO GOSTEI DE TODO!
MEUS PARABÉNS!
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 1.027 07/22/2015 - 19:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.407 07/19/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.031 03/02/2014 - 01:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.332 03/02/2014 - 01:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.014 03/02/2014 - 01:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.676 12/20/2013 - 20:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.195 11/27/2013 - 23:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 1.974 11/27/2013 - 23:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.485 11/27/2013 - 22:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 1.765 11/27/2013 - 21:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.412 11/17/2013 - 23:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 1.042 05/11/2013 - 23:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.427 06/24/2012 - 20:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.251 06/17/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 1.015 06/17/2012 - 01:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.635 03/30/2012 - 09:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.609 03/30/2012 - 04:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.311 03/30/2012 - 03:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.477 01/22/2012 - 02:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 1.042 01/21/2012 - 02:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 3.100 01/15/2012 - 21:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.423 01/15/2012 - 21:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.161 01/15/2012 - 20:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.236 01/15/2012 - 20:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.490 09/17/2011 - 04:15 Português