CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

"Tudo no mesmo Fim"

Quem me dera se outrora fosse hoje.

Nada seria como é.

Quem diria que fosse eu crescer.

E chegar onde cheguei.

Pois minha realidades chega nos limites da loucura.

Meus versos nos limites da bravura.

E eu paro de pensar nas consequência das coisas absurdas que acabo cometendo.

Não me arrependo dos meus atos,nem fatos acabo sendo tratado como criança.

Chego na maturidade inesperada,envelhecendo e murchando como uma flor que chegou ao se esplendor.

Quando chegar a hora estarei pronto para minha bela partida.

Fecharei meus olhos como se estivesse prestes a dormir.

Usarei meu mais belo e sedoso lençol.

Mandarei colocar pétalas aromáticas sobre meu leito para que sinta o suave e doce aroma das rosas.

Que tire-as com carinho e atenção.

Fazendo "Bem me quer,Mau me quer".

Assim ficarei na indecisão.

Pois em vida nunca acreditei em "Céu ou Inferno"

Autor:Verton Brandino Da Silva

(08/01/2012)

Colatina ES

"Everything in the same order"

Nothing would be as it is.

Who would say that i was growing up.

And get to where i came in.

Because my realities arrives within the limits of the madness.

My verses within the limits of the ferocity.

And i stop to think about the consequence of things absurd that i have just been committing.

I do not repent of my acts,nor facts i have just been treated like a child.

This brings me in maturity unexpected,aging gracefully and murchando like a flower that has come to be splendour.

When the time comes i will be ready for my beautiful departure.

And shut my eyes as if you were about to sleep.

I will dedicate my most beautiful and silky cloth.

Send put petals herbs on my bed to make you feel the soft and sweet aroma of roses.

That will get them with affection and attention.

Doing "Well wants me,Bad wants me".

So i will stop in indecision.

Because in life never believed in "Heaven or Hell" .

Author:Verton Brandino Da Silva

(08/11/2012 )

Colatina ES

Submited by

sábado, janeiro 7, 2012 - 17:55

Poesia :

No votes yet

Verton Brandino da Silva

imagem de Verton Brandino da Silva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 32 minutos
Membro desde: 04/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 766

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Verton Brandino da Silva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos "Só por hoje,um amanhã!" 0 15 04/04/2020 - 22:39 Português
Poesia/Dedicado "Flor de melanina!" 0 11 04/04/2020 - 22:34 Português
Poesia/Meditação "Meu coração árido!" 0 16 04/03/2020 - 22:39 Português
Poesia/Geral "Sentido" 0 15 04/03/2020 - 22:33 Português
Poesia/Geral "Que tiro foi esse?" 1 39 03/20/2020 - 20:26 Português
Poesia/Pensamentos "O que seria?" 1 164 12/14/2019 - 23:25 Português
Poesia/Pensamentos "Meu Natal!" 0 132 12/12/2019 - 14:58 Português
Poesia/Pensamentos "Remo!" 0 211 11/06/2019 - 14:53 Português
Poesia/Dedicado “SAUDADES DA LUA” 0 188 11/02/2019 - 13:00 Português
Poesia/Dedicado "MOÇA CHOCOLATE!" 0 1.316 10/08/2019 - 22:16 Português
Poesia/Pensamentos "Aos poucos!" 0 229 07/22/2019 - 22:24 Português
Poesia/Geral “Ouro de tolo!” 0 724 07/17/2019 - 23:19 Português
Poesia/Geral "Porque não? " 0 312 07/16/2019 - 23:02 Português
Poesia/Dedicado "Meu amor!" 0 309 07/10/2019 - 16:51 Português
Poesia/Pensamentos "Sarjeta!" 1 838 07/08/2019 - 09:57 Português
Poesia/Dedicado "Mulher!" 0 363 07/04/2019 - 11:16 Português
Poesia/Dedicado "Ser,herói!" 0 324 07/04/2019 - 11:09 Português
Poesia/Meditação "Segundos!" 0 441 07/04/2019 - 11:05 Português
Poesia/Geral "Contar-te-ei!" 0 423 07/02/2019 - 11:31 Português
Poesia/Pensamentos "Luar chuvoso!" 2 1.343 07/02/2019 - 11:15 Português
Poesia/Geral "Ditos além do saber!" 0 447 07/01/2019 - 10:58 Português
Poesia/Geral "Frio amigo!" 0 549 07/01/2019 - 10:52 Português
Poesia/Geral "Peça!" 0 463 12/09/2018 - 03:27 Português
Poesia/Fantasia “Onde estão?” 0 839 12/03/2018 - 04:09 Português
Poesia/Gótico "Pesadelo comum!" 0 679 12/03/2018 - 02:04 Português