CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tudo isso que penso agora

Contemplo o dia nublado ao despertar
Hoje o sol não apareceu na minha janela
E eu não soube das notícias que ele poderia me trazer
Sento em silêncio então
E começo a imaginar
Tudo isso que penso agora.

O que pode selar o destino de alguém
Que não pode ser pensado um dia
Se a vida é uma forma subjetiva
E tudo pode parecer tão real
Que não existe outra saída que não seja uma escolha.
Por onde devo conduzir os meus passos
E por que devo esquecer tudo o que me disseram?

Fale o que quiser falar
Eu estou pronto a ouvir
Então ouço o som do silêncio
Que sussurra palavras de esperança em meus ouvidos
Diga que me ama e não vá embora
Que eu seja a luz que ilumine a sua vida
Mas que não falte um dia
Como o sol que não apareceu hoje.

Agora estou parado em minha jornada
Reflito sobre cada detalhe outrora obscuro
Minha mente consegue ir mais longe
E meus passos são bem mais seguros agora
Do que foram quando eu não tinha esse conhecimento.

Vou tentar caminhar em silêncio
Ouvir os meus próprios pensamentos
Deixar que essa voz me conduza ao infinito
Onde posso alcançar muito mais do que sei agora
Porque a vida é sempre uma incógnita
Sempre uma grande aventura
Uma escalada rumo ao topo do mundo.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

domingo, março 20, 2022 - 19:00

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 52 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8344

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 27 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 54 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 55 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 79 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 45 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 118 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 137 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 172 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 58 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 128 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 41 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 112 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 92 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 265 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 83 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 141 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 309 07/19/2022 - 13:57 Português
Poesia/Amor No peito um coração que sorria 3 104 07/18/2022 - 22:33 Português
Poesia/Pensamentos Não tenho tempo a esperar 3 140 07/18/2022 - 12:46 Português
Videos/Poesia Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 31 07/17/2022 - 15:41 Português
Videos/Poesia Onde estão todas as crianças perdidas? 0 45 07/16/2022 - 15:40 Português
Poesia/Intervenção Onde estão todas as crianças perdidas? 3 143 07/15/2022 - 18:56 Português
Poesia/Meditação Tirado do fundo do poço 3 104 07/15/2022 - 13:39 Português
Poesia/Alegria A sublime alma do poeta 3 148 07/14/2022 - 13:44 Português