CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um Delírio de Amor

Como senti tímido, o teu beijo
Um beijo, que se arrastou, em desejo
Ao longo de tempos, sem fim…
Porém, eu senti os teus lábios a tremer
Eu sinto, em ti, o desejo a arder!
Ah, que fervor isso causa, em mim…

Esse, teu olhar tão doce… Devasso…
Põe-me, em pensamento, a voar..., a voar…
E eu não consigo, mais, me conter.
O meu coração bate, num acelerado compasso
Eu beijo-te o pescoço, os seios, num, nunca mais acabar
Sinto-te a ficar dormente - a desfalecer…

Louco, eu percorro o teu corpo, de lés a lés
E beijo-te, desde a cabeça, até aos pés
Quero tocar, em cada recanto, em cada curva
Vendo-me, perante o teu sexo, que eu sinto melado
Eu sinto-me, alienar-me, por um desejo, obstinado
Até, o meu pensamento e a minha a vista, se turva…

Oh, ânsia, esta, que eu tenho, de te engolir
Louca ânsia é, essa, a, de teu corpo possuir
Uma voraz ânsia de, em ti, me entranhar…
Enrosco-me, em teu corpo, em mil beijos de loucura
Enquanto, tento, na mais louca procura
Encontrar o mais doce modo, de te penetrar

É o céu, é as estrelas, é as entranhas da terra
É um homem, é uma mulher e é esta doce guerra
Do querer dar prazer, no viver de uma entrega
É o viajar, em segundos, por um sem fim de mundos
Voar nos ventos, por entre as nuvens, em lances profundos
No mais sublime dos prazeres a que o ser se delega

A timidez tão visível, em ti, há pouco
Agora é puro desejo – um desejo tão louco…
Em corpo, que padece, em egoísta desventura.
Vivem-se momentos, em que nada nos basta
Enquanto, um corpo, pelo outro, se arrasta
Exaltando o mais sublime do momento, que perdura

Ó amada minha, que, de meu âmago, és dona
Tu és, em minha vida, a bela e doce hormona…
Eu viajo, contigo, pelos paraísos da puberdade
Quisera, eu, que este nosso delírio fosse fecundo
Para, que uma alma gémea, tua, pudesse vir ao mundo
E se pudesse perpetuar, este amor, pela eternidade…

apsferreira

Mulher Bonita, terei que aprender a viver, sem ti... :cry:

www.albanosoaresferreira.blogspot.com

Submited by

terça-feira, agosto 24, 2010 - 13:47

Poesia :

No votes yet

apsferreira

imagem de apsferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 43 semanas
Membro desde: 09/21/2009
Conteúdos:
Pontos: 3457

Comentários

imagem de nunomarques

Re: Um Delírio de Amor

Imenso poema.
Um amor que perdurará muito alem dos corpos, muito alem da vida, muito alem da morte.
Um amor eterno.

Abraço

imagem de RosaDSaron

Re: Um Delírio de Amor

Albano,acho que este é o primeiro poema sensual que leio de ti...
Ficou perfeito esta guerra dos sexos,paixões e desejos echeio de amor que de tímido não tem nada...
Parabéns,ficou D+!
Ameiii!

Beijinhos

Rosa

imagem de Nanda

Re: Um Delírio de Amor

APS,
Bendito seja esse amor que te leva a tão belo delírio de amor.
Beijo
Nanda

imagem de Elizaete

Re: Um Delírio de Amor

Eu A-D-O-R-E-I, profundo, quanta essência, fiz uma viagem nas linhas descrita.

Oh, ânsia, esta, que eu tenho, de te engolir
Louca ânsia é, essa, a, de teu corpo possuir
Uma voraz ânsia de, em ti, me entranhar…
Enrosco-me, em teu corpo, em mil beijos de loucura
Enquanto, tento, na mais louca procura
Encontrar o mais doce modo, de te penetrar...

Colocaste a tua alma...

Parabéns!

imagem de Almalusitana

Re: Um Delírio de Amor

Fantástico este teu poema. Sem dúvida alguma, um belíssimo poema. Parabéns poeta amigo. Abraço

imagem de Susan

Re: Um Delírio de Amor

Albano seus poemas são sempre lindo enquanto ao descrever o Amor não posso deixar de citar "Como senti tímido, o teu beijo
Um beijo, que se arrastou, em desejo
Ao longo de tempos, sem fim…
Porém, eu senti os teus lábios a tremer
Eu sinto, em ti, o desejo a arder!
Ah, que fervor isso causa, em mim…"
Incriveis e lindos versos de Amor num beijo desejado e tímido .
Parabéns amigo pelo seu talento .
Beijos
Susan

imagem de varenkadefatima

Re: Um Delírio de Amor

Albano,
Nossa! Essa tua poesia está pra lá de sensual!!!Ardente!!! Adorei!!!!
Abraço
Varenka

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of apsferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral E eu escrevo... 6 2.205 02/25/2018 - 21:03 Português
Poesia/Amor Incúria 8 1.294 11/20/2013 - 17:49 Português
Poesia/Dedicado Saudade 2 1.196 01/30/2013 - 23:43 Português
Poesia/Aforismo As Pessoas, Que São Boas 0 1.096 01/28/2013 - 03:20 Português
Poesia/Aforismo Brumas, no Olhar 2 1.422 01/21/2013 - 02:54 Português
Poesia/Aforismo Ah, Catraia Tonta... 0 1.750 01/20/2013 - 20:54 Português
Poesia/Amor A Irracionalidade do Amor 2 1.220 01/20/2013 - 20:34 Português
Poesia/Amizade O Teu Sorriso 2 921 01/18/2013 - 23:29 Português
Poesia/Amor Pedido, à Minha Estrelinha 2 1.267 10/19/2012 - 13:41 Português
Poesia/Amor Será, Que Tu Já Te Apercebeste, Meu Amor? 0 1.137 10/18/2012 - 05:55 Português
Poesia/Dedicado A Cor da Vida 0 1.458 10/11/2012 - 22:19 Português
Poesia/Fantasia Eu Sonho O Teu Despertar 0 1.747 10/09/2012 - 12:14 Português
Poesia/Dedicado Quer Quer Viver Para Sempre? 0 1.062 10/05/2012 - 07:53 Português
Poesia/Amor Ouve, Meu Amor... 0 1.303 10/04/2012 - 08:01 Português
Poesia/Paixão Apenas, Imaginação... 0 1.183 09/30/2012 - 11:13 Português
Poesia/Amor Eu quero-te, porque te quero 0 1.516 09/26/2012 - 03:53 Português
Poesia/Dedicado Desejos de Amor 0 1.365 09/24/2012 - 05:38 Português
Poesia/Meditação Porquê? 0 975 09/22/2012 - 04:03 Português
Poesia/Meditação Senhor... 0 1.658 09/19/2012 - 04:28 Português
Poesia/Dedicado Eu Viajo com o Teu Sorriso 0 1.020 09/17/2012 - 11:49 Português
Poesia/Soneto Alma de Mulher 0 1.709 09/09/2012 - 20:48 Português
Poesia/Aforismo Quando Muda O Mês 0 1.134 09/01/2012 - 19:41 Português
Poesia/Meditação Por "Trinta Dinheiros" 2 1.940 08/28/2012 - 17:51 Português
Poesia/Amor Incursão 0 1.386 08/21/2012 - 19:55 Português
Poesia/Aforismo Este Meu Fado 1 1.796 08/08/2012 - 02:48 Português