CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um dia urbano qualquer

Percorro algumas ruas da cidade em passos lentos
Observo nas calçadas aquele povo portando panfletos
Faixas variadas e anúncios tremulando aos sete ventos
Vejo semblantes desesperados de doutores e analfabetos
Atmosfera urbanizada, massificada e seus tristes momentos

Descamisados, uns ... elegantes, outros ... papos de futebol
Moreninhas deslumbrantes, loirinhas sedutoras, alvissareiras
Mendigos ainda adormecidos, a despeito das buzinas e muito sol
Lojas sofisticadas, veículos em grande velocidade nas ladeiras
Aposentados se reencontrando, adolescentes, chicletes de mentol

Avassalador horário de almoço, gente que vem de lá, e vai de cá
Desocupados abarrotando os butecos a tomar alguns goles de cachaça
Numa esquina operários fazendo ajustes com muita areia, cimento e pá
Estudantes, cambistas e funcionários desfilando solenes pela praça
Artistas com pandeiro, sanfona e violão cantando pagode sobre Iemanjá

Na escadaria da igreja um grupo de fiéis cantando a canção da Ave-Maria
Canção das que mais gosto, parei então para ouvi-la com grande atenção
Não sabia eu que um antigo amigo de minha juventude ali também estaria
O que foi bom prá colocar em dia as notícias da terra e coisas do coração
Decidimos tomar um trago juntos e fomos terminar o dia numa cachaçaria

Submited by

terça-feira, março 15, 2011 - 08:16

Poesia :

No votes yet

Agnaldo_Costa

imagem de Agnaldo_Costa
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 51 semanas
Membro desde: 03/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 386

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Agnaldo_Costa

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Chuva na vidraça 5 1.128 03/26/2011 - 11:00 Português
Poesia/Alegria Amanhecer no porto 5 864 03/25/2011 - 22:40 Português
Poesia/Paixão Água & Vinho 4 591 03/25/2011 - 22:32 Português
Poesia/Fantasia Voos ou sonhos? 2 610 03/25/2011 - 22:23 Português
Poesia/Geral Manhã de sábado 2 577 03/25/2011 - 22:18 Português
Poesia/Fantasia A bela e a fonte 2 700 03/25/2011 - 22:03 Português
Poesia/Alegria Noite de Lua Cheia 2 733 03/25/2011 - 21:55 Português
Poesia/Alegria Fim de Tarde 4 554 03/25/2011 - 21:46 Português
Poesia/Amizade Todos os dias são dos amigos 2 767 03/25/2011 - 21:41 Português
Poesia/Haikai Noite nua 2 727 03/25/2011 - 21:38 Português
Poesia/Haikai Meiga donzela 4 554 03/25/2011 - 21:36 Português
Prosas/Contos Fazer amor, e depois morrer... 0 657 03/15/2011 - 08:47 Português
Prosas/Contos Mudando de Trajeto 0 519 03/15/2011 - 08:44 Português
Poesia/Paixão Pensando em você 0 564 03/15/2011 - 08:36 Português
Poesia/Amor Olhos sonhadores 0 672 03/15/2011 - 08:23 Português
Poesia/Amizade Um dia urbano qualquer 0 405 03/15/2011 - 08:16 Português
Poesia/Dedicado Divina mamãe 0 564 03/15/2011 - 08:10 Português
Poesia/Geral A noite nunca dorme 0 694 03/15/2011 - 08:06 Português
Prosas/Pensamentos Irmãos que sonhei 0 738 03/15/2011 - 08:03 Português
Poesia/Fantasia Nada que seja sobrenatural 0 635 03/15/2011 - 07:59 Português
Prosas/Outros Os prazeres de cada um 0 626 03/15/2011 - 07:51 Português
Poesia/Pensamentos O troféu que se quer 0 628 03/15/2011 - 07:47 Português
Prosas/Saudade Uma rua tão poética! 0 626 03/15/2011 - 07:42 Português
Poesia/Haikai Suaves mãos 0 599 03/15/2011 - 07:38 Português
Poesia/Haikai A Lua a correr 0 542 03/15/2011 - 07:36 Português