CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

UM MÊS E TRES DIAS DEPOIS DO S. VALENTIM

Em mim São Valentim contínua
Por todos os dias do ano
As rosas que te dei à luz da lua
Perderam cheiro e eu sempre amo

Pela natureza dos sentimentos
Que brotam numa refeição divina
Num céu de desejos e pensamentos
És rio que desagua na minha sina

Ao olhar o fundo do meu arder
Dás-me asas para voar a imensidão
De uma ilusão sem culpa de nascer
Uma chama viva e quente de paixão

Ontem apenas se celebrou o amor
Hoje e sempre o confirmarei
E depois daquele jantar com glamour
São Valentim é tão pouco no que te dei

Num silêncio que já mais volta a traz
Projectando em ti a minha poesia
Numa montanha de paz
Do sonho que o nós perseguia

Ditas-me ao coração o teu pensar
E abres o caminho ao meu sorrir
Vejo um astro de fogo no teu olhar
Um sol encharcado pelo nosso existir

Submited by

terça-feira, março 17, 2009 - 15:20

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 6 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Fantasia NÁUFRAGAS PALAVRAS … 0 1.604 02/06/2013 - 01:27 Português
Poesia/Intervenção QUE A MORTE NOS MATE … 0 855 09/20/2012 - 17:53 Português
Prosas/Outros CADA INSTANTE 0 1.500 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros SEM AMAR A NÓS, NÃO AMAMOS A ELES 0 1.336 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros PROVA DE PRESENÇA 0 1.170 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros ECO DO LAMENTO 0 3.531 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros BILHETE DE IDENTIDADE 0 1.771 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros POR TUDO QUE AINDA TENHO POR TER 0 1.100 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros BEM-FAZER 0 1.725 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros FAZER AMOR É EMOÇÃO ADULTA 0 1.639 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros MARULHAR PRESO NAS FLORES DO CAMPO 0 1.560 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros MAS SOU HOMEM! 0 2.290 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros INTRADUZÍVEL 0 1.731 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros AMIGOS 0 3.564 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros SILÊNCIO VIVO 0 2.478 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros AMAR SEM MEDO 0 3.964 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros PELO CAMINHO DA EVIDÊNCIA 0 927 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros ROSAS DA PAZ 0 1.657 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Drama ALGURES 0 1.797 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Outros ESCRAVO DO SENTIR 0 869 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Drama SEM O LUXO DA PAZ 0 783 11/18/2010 - 23:38 Português
Prosas/Pensamentos CONQUISTAR 0 4.230 11/18/2010 - 23:39 Português
Prosas/Drama ECO NO INCERTO 0 966 11/18/2010 - 23:39 Português
Prosas/Outros MURALHA DE PECADO 0 1.073 11/18/2010 - 23:39 Português
Prosas/Outros EIXO DE CORAGEM 0 1.792 11/18/2010 - 23:39 Português