CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um pouco da minha infância...

Quando criança no meu quintal andava de pés descalços
Brincava de comidinha, colhia matos cortava e comia!
Certa vez colhi veneno de rato, disto minha mãe nem sabia
Coloquei as folhinhas num prato e comi e quase morri
Passei muito mal, minha mãe me levou então para o hospital
Voltei para casa e nunca mais brinquei de comidinha no quintal!

 

Não tinha muito com o que brincar corria em dias de chuvas
Sentia a chuva que caia do telhado
Era muito gostoso de se ver...todo aquele meu entusiasmo...

Lembro-me da minha primeira boneca que eu ganhei!
Do sorriso da minha mãe sempre me incentivando
Ah... passado que não volta mais... eu sei....

 

Criança não tem maldade mesmo que ela exista!
Brinca com os problemas como se fosse artista!
A minha infância foi muito boa... eu gostaria de voltar lá atrás!
Quem sabe eu resgataria a tão sonhada paz!

 

 

Dany

 

 

 

Submited by

sábado, novembro 12, 2011 - 03:22

Poesia :

No votes yet

Dany May

imagem de Dany May
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 2 dias
Membro desde: 11/01/2011
Conteúdos:
Pontos: 1271

Comentários

imagem de Dany May

Amigo Albano

Obrigado pela participação,
um grande abraço!

imagem de apsferreira

Muito doce, este teu

Muito doce, este teu texto.

Muito bem apresentado, também.

Encantou-me,

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Dany May

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos É DIFÍCIL SER INTEIRO! 3 2.083 02/27/2018 - 10:36 Português
Poesia/Amor Quero fazer amor 2 3.213 06/29/2014 - 13:18 Português
Poesia/Acrósticos Filhos do vento 2 1.726 06/22/2014 - 18:03 Português
Poesia/Alegria Para que serve a vida? 2 1.897 06/22/2014 - 18:00 Português
Poesia/Dedicado A liberdade de ser um cigano 0 2.780 03/17/2014 - 01:12 Português
Poesia/Meditação Oh minha Santa Sara, o meu olhar está fixo no teu altar 0 4.569 03/17/2014 - 01:03 Português
Poesia/Acrósticos Santa Sara Kali - Acróstico 0 4.092 03/17/2014 - 00:51 Português
Poesia/Desilusão Sonhadora 0 2.078 02/23/2014 - 12:30 Português
Poesia/Amor Sonho ser uma ventania e não sou 0 1.320 02/23/2014 - 12:16 Português
Poesia/Dedicado Eu fito as estrelas de perto! 0 2.409 10/07/2013 - 13:54 Português
Poesia/Dedicado Minha Mãe Meu Anjo 0 4.183 08/12/2013 - 10:23 Português
Poesia/Meditação ASAS DA IMAGINAÇÃO 2 1.393 08/12/2013 - 09:48 Português
Poesia/Dedicado O Povo Cigano merece o nosso respeito! By Janete Sales Dany 0 2.160 04/07/2013 - 18:20 Português
Poesia/Pensamentos A maioria das derrotas somos nós quem fabricamos... 0 1.381 03/16/2013 - 11:29 Português
Poesia/Fantasia Poesia, a Fusão do Princípio e do Fim! 2 1.723 02/20/2013 - 22:48 Português
Poesia/Amor Você é o melhor cobertor quando estou nua. 2 1.805 02/20/2013 - 22:45 Português
Poesia/Tristeza Poesia do adeus para sempre! 0 2.829 12/04/2012 - 14:17 Português
Poesia/Acrósticos O amor cura tudo! 0 2.790 12/04/2012 - 14:02 Português
Poesia/Acrósticos Respeito pelo irmão! 0 2.119 12/04/2012 - 13:36 Português
Poesia/Meditação Não morra no deserto! 2 1.874 12/04/2012 - 12:29 Português
Poesia/Acrósticos Minha vida sem amor! 4 1.800 12/04/2012 - 12:18 Português
Poesia/Amor Quem sabe você está lá? 2 1.537 11/30/2012 - 23:00 Português
Poesia/Tristeza Um conflito sem solução! - Gazal 0 1.789 11/20/2012 - 11:43 Português
Poesia/Meditação O homem triste sorriu! 0 3.538 11/08/2012 - 15:10 Português
Videos/Poesia O homem triste sorriu e um sorriso ao se abrir...By Janete Sales - Dany 0 3.069 11/08/2012 - 14:58 Português