CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

VAZIO QUE OCUPA AS HORAS LENTAS

Soltas
a palavra amar
na memória pendente
dos teus dedos.

Quiçá
sejas o som eterno
do silêncio.

Vazio
que ocupa
as horas lentas.

Frios ecoados no pêndulo
da minha paciência.

Transformada em raiva latente.

Palavras ditas
na surdina dos teus actos.

Rasgos perdidos
numa embrulhada de sentimentos.

Teimosamente
contraditórios persistem
no prato da balança.

Desequilíbrio
onde me resta o tempo
ainda ausente nos meus desejos.

 

Submited by

quarta-feira, junho 29, 2011 - 15:51

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 28 semanas 3 dias
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de angelofdeath

Adorei este poema, um dilema

Adorei este poema, um dilema amoroso(segundo a minha interpretação), descrito com tanta beleza que até nos esquecemos da sua tragicidade.

Abraço, Angelofdeath. :)

imagem de MariaButterfly

Teimosamente contraditórios

Teimosamente
contraditórios persistem
no prato da balança.

 

Contradições que não vertem nem pra uma lado nem pro outro,
E a palavra continua.

Bonito o teu poema.

Beijos


 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.159 02/26/2018 - 13:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.582 07/01/2013 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.455 04/01/2013 - 09:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.653 03/30/2013 - 20:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.087 03/25/2013 - 18:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.210 03/16/2013 - 22:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.459 03/08/2013 - 21:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 897 03/08/2013 - 02:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.707 03/05/2013 - 22:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.337 03/05/2013 - 22:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.128 03/02/2013 - 01:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 895 02/11/2013 - 13:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.337 02/07/2013 - 15:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.665 01/14/2013 - 22:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.764 12/09/2012 - 18:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.512 12/09/2012 - 00:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.194 12/07/2012 - 16:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.811 12/06/2012 - 20:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.459 12/06/2012 - 19:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.476 12/04/2012 - 19:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.894 11/29/2012 - 20:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.287 11/26/2012 - 19:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.985 09/30/2012 - 22:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.919 09/25/2012 - 02:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.596 09/18/2012 - 22:32 Português