CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Veneno

Como um mar de tormentas
Que agita suas águas violentamente
São seus olhos a causar-me o espanto
Como o vento insano a atingir meus pensamentos.
O teu olhar é um lugar escondido
Cheio de mistérios a perturbar-me o tempo todo
Nele as palavras de amor estão escondidas
Na noite fria de eterna recordação.
Esses teus olhos
São como pontes a ligar-me ao seu coração
Na minha cegueira causada
Pela visão magnífica de ínfimas fogueiras de paixão.
O teu olhar, como lápide de um adeus
Traz ao meu coração a lágrima  fria
De uma alma que grita no silêncio
De uma sepultura vazia.
No seu olhar vejo uma névoa de tristeza
Que irrompe o meu silêncio
Como uma tempestade violenta
Que tenta espantar os meus sonhos.
O teu olhar perturba-me
Provoca-me os desejos mais intensos
Insanos e profusos
E faz-me te querer o tempo todo.
Mas, seu olhar é veneno
Que enfeitiça minha consciência
Onde perco-me no abismo
Do qual não consigo libertar-me.

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

segunda-feira, junho 4, 2018 - 17:57

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 5 dias
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3087

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Poemas esquecidos numa noite qualquer 0 25 10/30/2018 - 23:47 Português
Poesia/Paixão Aceito a punição desse pecado 0 20 10/29/2018 - 23:56 Português
Poesia/Tristeza Agonia e êxtase 0 53 10/24/2018 - 23:59 Português
Poesia/Paixão Ah! Esse Desejo... 0 77 10/24/2018 - 23:11 Português
Poesia/Pensamentos Esgotamento mental 0 49 10/22/2018 - 22:33 Português
Poesia/Desilusão Coração insensível 0 160 10/13/2018 - 00:01 Português
Poesia/Tristeza Desfiladeiro 0 107 09/26/2018 - 23:48 Português
Poesia/Amor A brisa suave lá fora 0 87 09/25/2018 - 23:56 Português
Poesia/Amor Ao acordar ainda senti o seu perfume 0 65 09/25/2018 - 23:31 Português
Prosas/Contos O senhor acabou com a vida da minha mãe 0 64 09/18/2018 - 00:47 Português
Poesia/Tristeza O tempo que não passou em mim 0 116 08/31/2018 - 23:28 Português
Prosas/Drama Encontro fatal 1 232 08/02/2018 - 15:43 Português
Poesia/Meditação Na voracidade do tempo 0 497 07/04/2018 - 00:12 Português
Poesia/Meditação Escrevo e descrevo minh’alma 0 279 06/13/2018 - 00:33 Português
Poesia/Meditação Não deixe vacilar os meus pés 0 211 06/13/2018 - 00:31 Português
Poesia/Desilusão Espinhos 0 296 06/05/2018 - 19:48 Português
Poesia/Amor Veneno 0 410 06/04/2018 - 17:57 Português
Poesia/Pensamentos A dor do poeta 0 244 05/23/2018 - 19:05 Português
Poesia/Tristeza O lado escuro do sol 0 248 05/23/2018 - 02:25 Português
Poesia/Fantasia Pele morena 0 200 05/22/2018 - 02:05 Português
Prosas/Drama Nos olhos negros daquela mulher 0 252 05/21/2018 - 18:57 Português
Poesia/Desilusão Palavras vazias 0 311 05/19/2018 - 00:37 Português
Poesia/Desilusão Queria tanto 0 165 05/16/2018 - 01:59 Português
Poesia/Desilusão A invenção das inverdades 0 167 05/16/2018 - 01:24 Português
Poesia/Tristeza O trágico fim do amor 0 165 05/15/2018 - 18:44 Português