CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

VIDA

 

Vida

 

 

A vida é um espaço de tempo,

Entre a lembrança e o esquecimento,

Que fica entre o nascer e o morrer

Onde tudo pode acontecer.

 

 

Vida também pode ter outro significado,

É tudo o que se mexe depois de nado,

Com a certeza do que nasce não é eterno,

Nasce sempre de um ventre materno.

 

 

Nunca existirá vida sem a morte,

Entre os seus extremos há azar e a sorte,

Que não passam de ilusões do pensamento,

Vividas de momento em momento.

 

 

Vida também pode ser apenas um dia de Verão,

Que anima e aquece a alma e o coração,

Mas também pode ser apenas um dia de inverno,

Ou um permanente viver no inferno.

 

 

Após o aparecimento da vida existe o futuro,

Que pode ser risonho ou muito duro,

E assim vai-se vivendo sem nunca o alcançar,

Pois ele fica sempre à frente em qualquer lugar.

 

 

Vida é tudo o que nasce, cresce e morre,

Sabe-se que se nasce e não se sabe quando se morre,

Num prazo de tempo que se desconhece,

Sem fuga possível, com a certeza que perece.

 

 

A vida é um sopro de vento que começa e acaba,

Nasce-se e morre-se chorando, pelo tempo derrotada,

Em que se ri de alegria quando ela vai chegando,

E se chora de tristeza quando a ela vai acabando.

 

 

 

Tavira, 19 de Janeiro de 2012-Estêvão

Submited by

quinta-feira, setembro 4, 2014 - 14:50

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 semanas 4 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7732

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Poesia/Meditação UM SONHO 0 566 12/21/2012 - 11:39 Português
Poesia/Geral À ESPERA DE UMA VIAGEM 0 760 08/26/2012 - 15:07 Português
Poesia/Pensamentos A JUVENTUDE PASSA 2 372 06/16/2012 - 10:49 Português
Poesia/Meditação A VOZ DO DINHEIRO 0 630 04/29/2015 - 16:14 Português
Poesia/Amor AO AMOR NÃO INTERESSA O TEMPO 0 355 02/17/2013 - 13:20 Português
Poesia/Meditação AS MINHAS PERNAS 0 593 11/29/2013 - 12:46 Português
Poesia/Meditação BRINCAR COM O FOGO 0 510 02/07/2013 - 11:38 Português
Poesia/Meditação GANHAR UM AMIGO 0 443 05/12/2013 - 11:19 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 826 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Meditação À LAREIRA DA FÉ 0 758 07/20/2013 - 12:28 Português
Poesia/Meditação A LUA 0 498 10/27/2012 - 00:43 Português
Poesia/Meditação A SAUDADE DÓI 0 470 06/15/2013 - 09:49 Português
Poesia/Meditação A SAUDADE DÓI 0 366 06/15/2013 - 09:50 Português
Poesia/Meditação A TERRA QUE EU PISO 0 722 09/10/2014 - 10:35 Português
Poesia/Meditação A ALMA TAMBÉM SANGRA 0 779 02/04/2013 - 10:57 Português
Poesia/Amor A BELA ADORMECIDA 0 1.730 04/22/2012 - 11:38 Português
Poesia/Meditação A CAÇA E O CAÇADOR 0 887 12/30/2015 - 10:58 Português
Poesia/Geral A CHUVA 0 357 01/24/2013 - 11:44 Português
Poesia/Meditação A CHUVA NÃO PÁRA DE CAIR 0 353 02/09/2013 - 12:50 Português
Poesia/Meditação A CONSCIÊNCIA 0 888 07/22/2015 - 10:28 Português
Poesia/Meditação A COR DA ALMA 0 691 10/02/2012 - 10:03 Português
Poesia/Alegria A COR DO CÉU 4 345 06/25/2012 - 13:49 Português
Poesia/Meditação A COR DO TEMPO 0 344 01/16/2013 - 11:59 Português
Poesia/Amor A COR DOS TEUS OLHOS 0 713 12/02/2012 - 18:55 Português
Poesia/Intervenção A DESGRAÇA DE UMA NAÇÃO 0 419 03/09/2016 - 12:28 Português