CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Virtualidade, Doença Real

Recentemente, escrevi sobre o efeito das comunidades virtuais sobre o ser humano.
Hoje, mal acordo, me deparo com uma notícia amplamente divulgada nos jornais e publicada originalmente, no jornal "Beijing News": um chinês de 30 anos de idade, morreu do coração, após ter passado três dias seguidos jogando on line, em um cibercafé.
Segundo os médicos, a possível causa da morte foi uma afecção cardíaca provocada pela quantidade excessiva de horas gastas em frente ao computador.
Ainda na notícia, um dado alarmante: na China, a dependência da internet, especialmente entre os jovens, se transformou em um grande problema para o Governo. O país possui 163 milhões de internautas, batido em número apenas pelos Estados Unidos.
Para tentar controlar a situação, o Governo chinês proibiu a abertura de novos cibercafés e criou vários centros de "desintoxicação" para viciados em internet.
Isso cada vez mais me assegura que existem sim, doenças reais causadas pela virtualidade.
As pessoas são, a cada dia, bombardeadas com tantas notícias desanimadoras no mundo real, que a fuga tende a ser um mundo onde pelo menos, por um período de tempo, as pessoas "controlam" suas próprias vidas, isto é claro, quando a conexão não cai, deixando o internauta em crises de desespero.
Não falo só das comunidades virtuais, falo também dos jogos on line. Ás vezes, pensar que o adolescente está mais seguro em casa do que na hora, só porque ele fica jogando on line com os amigos, não é a melhor solução, ou talvez, não seja - definitivamente - A solução.
Semana retrasada, em uma matéria do "Fantástico", na TV Globo, vimos uma entrevista com uma mãe desesperada, porque seu filho adolescente já não tinha vida própria, mas sim, apenas virtual, jogando on line tanto tempo que, ao ser confrontado e retirado da web, foi tomado por tal crise de desespero e abstinência, que com socos, abriu buracos na porta do seu quarto.
Bill Gates, o fundador da Microsoft, só permite que seus filhos fiquem conectados na net pelo período máximo de quarenta e cinco minutos por dia.
Por que será?
Será que é porque ele conhece o poder destrutivo do gigante que existe por trás dos softwares que abocanham não só a vida social das pessoas, mas às vezes, até a própria alma?
Devemos nos lembrar, é lógico, que existe limite para tudo nessa vida, até para o amor.
Quando o amor passa dos limites, chega à beira da obsessão e da loucura...nada em excesso faz bem.
Aos pais cabe impor estes limites, não por rigor, mas por amor.
O que leva um homem sadio, robusto, de 30 anos de idade, a passar setenta e duas horas conectado na internet, jogando?
Compulsão, uma doença real, que encontrou na virtualidade um meio adequado de cultura.
Quanto mais humanos doentes emocionalmente, que encontram na net sua válvula de escape para os mais diversos desajustes, continuarem conectados, mais notícias dessas leremos, a cada dia?
Não é só o peso, o sexo, o fumo, ou o que quer que seja, praticado em excesso, que mata.
É a falta de intervenção. É a falta de posicionamento. Muitos têm feito tanto em outras áreas, mas existe uma faceta na virtualidade que precisa ser revista e com urgência.
Quantos mais sucumbirão?
O futuro nos dirá.

Submited by

quinta-feira, maio 1, 2008 - 21:58

Poesia :

No votes yet

Cbanegas

imagem de Cbanegas
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 15 semanas
Membro desde: 04/18/2008
Conteúdos:
Pontos: 278

Comentários

imagem de Henrique

Re: Virtualidade, Doença Real

As emoções são a realidade da escrita!

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Cbanegas

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Tristeza O Velho e o Mar 0 523 12/30/2014 - 22:16 Português
Poesia/Paixão Namorando o Sol 0 577 12/09/2014 - 21:06 Português
Poesia/Geral FOGO E AR - FIRE AND AIR 0 529 11/12/2014 - 03:26 Português
Poesia/Geral TERNURA 0 418 11/05/2014 - 00:35 Português
Poesia/Pensamentos Devaneios 0 516 10/29/2014 - 22:07 Português
Poesia/Geral Eu, Poeta 4 410 10/28/2014 - 22:36 Português
Poesia/Tristeza Andorinhas 4 746 10/28/2014 - 22:31 Português
Poesia/Pensamentos Essência de Ana 0 483 10/28/2014 - 22:28 Português
Poesia/Paixão Destino 0 562 10/27/2014 - 16:58 inglês
Ministério da Poesia/Paixão Destiny 0 1.259 10/27/2014 - 16:58 inglês
Fotos/ - 277 0 922 11/24/2010 - 00:34 Português
Poesia/Amor O Amor 1 580 03/06/2010 - 23:19 Português
Poesia/Geral Início de um Novo Ciclo 1 403 02/28/2010 - 15:54 Português
Poesia/Geral Noite Fria 1 573 02/28/2010 - 01:58 Português
Poesia/Aforismo Noche Fría 1 395 02/26/2010 - 14:38 Português
Poesia/Amor Acordes 1 626 02/26/2010 - 00:22 Português
Poesia/Meditação Solidão (I) 1 432 02/25/2010 - 23:46 Português
Poesia/Geral Folhas Secas - Indriso 1 561 02/25/2010 - 23:41 Português
Poesia/Geral Pensamentos - Indriso 1 402 02/25/2010 - 23:40 Português
Poesia/Geral Vinte e Quatro Horas 1 472 02/24/2010 - 20:23 Português
Poesia/Geral Virtualidade, Doença Real 1 570 02/24/2010 - 20:22 Português
Poesia/Comédia Peripécias do Tércio - II 1 506 02/24/2010 - 04:06 Português
Poesia/Geral Não Aceite Imitações 1 424 02/24/2010 - 04:05 Português
Poesia/Meditação Quem Realmente Sou 1 490 02/24/2010 - 04:04 Português
Poesia/Meditação Labirinto de Poesia 1 683 02/24/2010 - 04:02 Português