CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CICLOVIA

 Pedalava eu, certa vez, em uma dessas ciclovias da zona sul, com a brisa acariciando de leve o meu rosto e um lindo sol iluminando o dia tão belo e agradável. Eu tinha a impressão de estar, não só pedalando, mas também, flutuando, tal qual aquela cena do filme dos Extraterrestres, aquele em que o E.T. e as crianças planavam no ar...
Sentia uma leveza intensa é meus pensamentos começaram a vagar para bem longe em total liberdade... Estava tão serena e despreocupada olhando o lindo cenário, que só às vezes me distraia observando as duas paisagens tão diversificadas, entre a ciclovia e eu.
De um lado via o trânsito denso e barulhento com os motoristas sempre impacientes, ultrapassando, buzinado, freiando... Um verdadeiro caos!
Do outro lado... Aí, sim! Uma paisagem digna de cartão postal. Um horizonte iluminado pelo sol, as ondas tecendo espuma branquinha que vinha e ia, cobrindo a areia. Depois voltava para o mar azulado, espreguiçando-se suavemente em movimentos alternados e repetitivos, transmitindo-me, assim uma calma secular...
E eu pedalava, sorria e voava com meus pensamentos, livre, leve e solta...
Lembrando ainda as duas vias, tão diferentes onde passeava, eu
Também, em alguns momentos, chegavam-me pensamentos opostos de tristeza, de perda, de dúvida, de angústia e até de solidão... E foi em um desses instantes de introspecção que percebi alguém emparelhando comigo em outra bick. Esse alguém, um rapaz muito gentil e simpático, começou a me encarar com insistência. Fingi nada perceber e quis acelerar, mas não achei conveniente, pois ia dar na vista e a ciclovia era pública e aberta a todos.
Foi quando senti que ele tentava iniciar um diálogo, mesmo nós estando em movimento.
Resolvi diminuir a velocidade para poder descobrir o que esse ciclista inoportuno e persistente queria dizer-me.
Então, comecei a manter um diálogo muito estranho e que a cada pedalada me deixava mais curiosa. Ele começou dizendo:
- Sabe que eu te conheço muito bem?
- É? De onde? Eu acho que nunca te vi mais gordo!
- Eu te reconheço e sei tudo sobre você, nos mínimos detalhes...
- Como é possível se nunca fomos apresentados?
Sei que minha memória visual não é das melhores, mas saberia se já tivesse te encontrado antes. Você usa a Net? Tem MSN?
- Net! O que é?... Pois eu afirmo que conheço você a fundo. Sei seus gostos, seus sonhos, projetos, suas preferências, prioridades, aversões...
- Você está de brincadeira. Eu vou nessa...
- Espere! E se eu lhe disser coisas que só você sabe. Algo que ninguém poderia ter me contado, a não ser você mesma.
Levei um susto e parei de repente.
Em seguida ele sugeriu que fossemos até a beira mar para conversarmos com mais tranqüilidade e paz.
Descemos de nossas bicicletas e fomos caminhando em direção ao oceano, que estava mais lindo do que nunca, por sinal.
E acredite, ele sabia tudo mesmo, até meus pensamentos mais íntimos e secretos.
Perguntei como se chamava e ele se admirou retrucando:
-Jura que não está me reconhecendo?
-Não, não estou, mas... Você me passa confiabilidade. Vamos então, até a beira do mar, para por tudo em pratos limpos, enquanto eu não mudo de opinião, ficando com uma idéia errada sobre a sua pessoa.
- Ah! Lurdinha... Não é assim que te chamam?
- É sim, e daí? Todo mundo tem um nome ou apelido.
- Sei que você escreve prosa e poesia, que é muito sensível, que gosta do mar, que nasceu sob o signo de peixes, pois é mística e se apaixona com muita intensidade por tudo que faz.
Sei que deseja publicar um livro, mas que isso não é tão importante como saber que as pessoas estão lendo seus escritos, gostando do que você escreve e fazem comentários esplêndidos, os quais te enchem de alegria e entusiasmo. Isso te dá muito alento é te faz continuar sempre...
- Mas como sabe de tudo isso? Será que leu meus pensamentos ou coisa assim? Andou bisbilhotando em meu site ou em meu PC?
- Não, que é isso? Relaxe... Eu simplesmente sei. E ponto final!
- Mas sabe como e por quê? Ou o para quê? E quem lhe mandou dizer- me tudo isso?
- É para você compreender que ninguém está totalmente só. Que as ondas que atravessam os ares podem ser decodificadas. Você enviou-me uma mensagem. Eu a recebi e vim... Estou aqui, não estou?
- Verdade? Será a tal sintonia, da qual tanta gente fala?
-Sim, é! E eu vim de muito longe, de um lugar que você nem faz idéia.
E você não precisa dizer nada, eu posso captar tudo. Sei de tudo digo mais: Deus te ama muito e nunca vai deixar acontecer nada que saia de Seu controle. Ele vai estar sempre observando os acontecimentos e mandando alguém cuidar de você.
Saiba que há um ser ao qual chamam de Anjo que estará sempre ao seu lado para guiar, proteger e conduzir você em caminhos belos e muito esplêndidos... Pense forte, tenha fé e vá em frente!
- Mas então, quem e você? Será que é o meu...
E... Acredite!... Ao olhar à minha volta, não havia ali ninguém!

 

(LOURDES RAMOS)

Submited by

quarta-feira, maio 18, 2011 - 03:20

Prosas :

No votes yet

LourdesRamos

imagem de LourdesRamos
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 4 dias
Membro desde: 04/08/2009
Conteúdos:
Pontos: 2253

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of LourdesRamos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor O TROVADOR 1 1.630 04/10/2020 - 14:15 Português
Prosas/Terror PEDOFILIA, ESTUPRO E VÍDEOS PORNÔS 1 44.899 06/11/2019 - 10:21 Português
Poesia/Erótico SEI LÁ! 1 1.181 02/26/2018 - 13:42 Português
Poesia/Haikai HAIKAI 1 1.486 06/14/2014 - 00:16 Português
Videos/Outros SALMO 23 0 3.637 01/06/2014 - 20:46 Português
Videos/Poesia PRIMAVERA MOLHADA 0 4.612 10/21/2012 - 21:40 Português
Videos/Poesia PRIMAVERA MOLHADA 0 2.748 10/21/2012 - 21:37 Português
Poesia/Meditação PRIMAVERA MOLHADINHA 0 2.269 09/26/2012 - 19:07 Português
Poesia/Acrósticos ACRÓSTICO PARA VICENTE 0 8.102 08/02/2012 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado AMAR ELYMAR 1 3.135 07/09/2012 - 07:57 Português
Poesia/Alegria DE LAÇOS E ABRAÇOS 2 1.730 05/30/2012 - 21:20 Português
Poesia/Dedicado ZÉLIA, SENHORA DONA DO BAILE 1 2.302 05/22/2012 - 02:55 Português
Poesia/Dedicado TROVAS PARA MINHA MÃE 1 1.795 05/12/2012 - 15:10 Português
Poesia/Paixão SINTONIA ENLUARADA 1 1.681 04/10/2012 - 18:42 Português
Poesia/Fantasia TRANSMUTAÇÃO DO BEIJO OBTUSO 2 1.496 04/10/2012 - 03:24 Português
Poesia/Meditação REALENGO, AINDA HÁ ESPERANÇA! 2 2.107 04/09/2012 - 01:28 Português
Poesia/Paixão SINTONIA VIRTUAL 7 2.343 04/07/2012 - 15:13 Português
Videos/Poesia SINTONIA VIRTUAL 1 3.331 04/07/2012 - 02:49 Português
Poesia/Fantasia RENASCENDO A DOIS 0 2.367 03/28/2012 - 23:25 Português
Poesia/Meditação O SEGUNDO SOL 1 2.101 03/27/2012 - 22:47 Português
Poesia/Amor RENASCENDO 2 2.183 03/26/2012 - 00:06 Português
Prosas/Ficção Cientifica AQUECIMENTO GLOBAL OU CONTROLE GLOBALIZADO? 2 2.705 01/13/2012 - 13:39 Português
Poesia/Meditação UM FELIZ FIM DO MUNDO! 0 1.775 12/18/2011 - 16:14 Português
Videos/Música SENHOR, PÕE TEUS ANJOA AQUI! 0 2.622 12/18/2011 - 15:10 Português
Videos/Poesia TÚNEL DO TEMPO 0 2.212 11/19/2011 - 21:13 Português