CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cumprimenta-me

Não me cumprimentes com sacrifício. Passa por mim e com pancadinhas secas nas costas, desfaz a situação idónea que criámos com toda esta formalidade. Eu tirei-me todo da manhã. Sou uma pessoa fria, com idênticas proporções de desdém por tudo o que mexe mais que a conta. Tu és fraternidade consubstanciada em dois olhos que se interrogam com a prática difusa de questionar que tornou o homem no verme antropofórmico que é. Não se escrevem coisas como as nossas. Só mesmo a dizer é que as pessoas acreditam que há gente inocente o suficiente para acreditar nos sons inconsequentes que a rotina retira de presenças como as nossas.

Submited by

sexta-feira, agosto 6, 2010 - 19:19

Prosas :

No votes yet

psicolito

imagem de psicolito
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 13 semanas 22 horas
Membro desde: 06/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 415

Comentários

imagem de Henrique

Re: Cumprimenta-me

Bom poema!!!

Nota: a hora em que foi postado - 19:19:19

;-)

imagem de lau_almeida

Re: Cumprimenta-me

Gostei imenso do seu texto! destaco: "Sou uma pessoa fria, com idênticas proporções de desdém por tudo o que mexe mais que a conta. Tu és fraternidade consubstanciada em dois olhos que se interrogam com a prática difusa de questionar que tornou o homem no verme antropofórmico que é."
bj*

imagem de psicolito

Re: Cumprimenta-me

Este é um texto antropomórfico. Que se devora a si próprio.
Obrigado por teres reparado nisso.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of psicolito

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia Noite recortada em ti 0 374 05/13/2018 - 14:55 Português
Poesia/Intervenção Que se passa..... 2 368 12/30/2011 - 11:05 Português
Poesia/Meditação Costureirinha 0 733 10/08/2011 - 18:53 Português
Poesia/Meditação Duas cabeças 1 626 07/02/2011 - 15:38 Português
Poesia/Meditação Não 0 514 06/14/2011 - 18:34 Português
Poesia/Intervenção Democracia Verdadeira Já.... 0 537 06/04/2011 - 20:21 Português
Poesia/Dedicado A dormir se é feliz.... 0 1.050 05/22/2011 - 10:30 Português
Poesia/Geral ...sobre coisas 0 427 05/13/2011 - 19:22 Português
Poesia/Meditação Estaminé 1 889 04/19/2011 - 23:37 Português
Poesia/Meditação Indecisa a força maior de todos nós 5 841 02/16/2011 - 11:09 Português
Poesia/Dedicado Mais ou menos assim.... 0 1.011 02/11/2011 - 14:20 Português
Poesia/Meditação Povo somos ninguém 0 467 01/30/2011 - 16:39 Português
Prosas/Fábula Como morri... 8 1.033 01/21/2011 - 11:33 Português
Poesia/Meditação O amor é confuso.... 0 671 01/20/2011 - 11:14 Português
Prosas/Mistério Retalhar 0 1.057 12/18/2010 - 13:39 Português
Fotos/ - 1591 0 836 11/24/2010 - 00:39 Português
Fotos/ - 1590 0 836 11/24/2010 - 00:38 Português
Prosas/Romance Sentia-se Maria 0 905 11/19/2010 - 00:08 Português
Prosas/Pensamentos Oferece-me assim ao dia que raia... 0 747 11/19/2010 - 00:02 Português
Prosas/Pensamentos Lamaçal de ideias 0 649 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Pensamentos Estou chateado, e provo-o... 0 806 11/18/2010 - 23:48 Português
Prosas/Outros Formato das coisas podres 0 701 11/18/2010 - 23:47 Português
Prosas/Pensamentos Morte enpacotada 0 914 11/18/2010 - 23:47 Português
Prosas/Ficção Cientifica Assexuado 0 729 11/18/2010 - 23:47 Português
Poesia/Desilusão Inspirado em quem se inspirou na morte para homenagear 0 834 11/18/2010 - 16:32 Português