CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

EU NÃO AGUENTO MAIS OUVIR JINGLE BELLS

Nesta época tudo é luz. Tudo brilha. Tudo seduz.
Tudo pisca e tudo ofusca: os pinheirinhos, as casas, as vitrinas e até o fusca.
Eu que não me arrisco sair para fazer compras.
Em cada esquina você tromba com um magrelo fantasiado de papai-noel, com um sininho estridente na mão, e que com voz rouca e dasafinada tenta cantarolar jingle-bells. 

Meus tímpanos não agüentam mais. Tem gente que acha papai-noel inflável coisa ridícula, mas ouvir jingle-bells durante quarenta dias, ninguém merece.
As lojas te recepcionam com meninas vestidas de branco e vermelho, e tocam jingle-bells.
Os camelôs te barram na calçada, te esfregando no nariz novidades quebráveis do Paraguai tocando jingle-bells. 
Os sinos acordam os distraídos do calçadão, repicando jingle-bells.
Os carrinhos de fricção acendem faroizinhos e tocam jingle-bells.
As luzinhas das árvores, cheias de bolinhas e flocos de neve (p’ra que a neve?) tocam jingle-bells.
Um celular, aqui do meu lado, meu Deus, acabou de tocar jingle-bells.

Eu não agüento mais ouvir Jingle Bells.
Não pode tocar parabéns no Natal? Não é o aniversário d’Ele? Então vamos tocar parabéns para Ele, e depois fazer um “chá de bebê” e distribuir tudo aos mais carentes. É isso aí!
Quando Ele nascer, vamos fazer uma grande festa de aniversário. Vai ter panetone, refrigerantes, frutas da época, leitão, champanha, mas isso não é importante.

O importante é que nos preparemos bem para esta festa.
Vamos arrumar direitinho a mesa, a nossa casa.
Você já enfeitou sua casa? Varreu direitinho? Tirou a sujeira que estava secretamente guardada embaixo do tapete?

E seu coração, já foi transformado em presépio?
Você pode ter suas mãos estendidas, seus braços abertos para acolher o menino; ou pode ter suas mãos unidas em oração, em forma de concha, como uma gruta, feito manjedoura para Ele se deitar. Com o manto azul e com as estrelas da coroa da Virgem você pode criar o céu. Com as águas cristalinas do Espírito você pode fazer um lindo lago. Se você encher de amor seu coração, muito amor, com certeza crescerão a relva e as flores. Virão os pássaros, os insetos, e os animaizinhos. De longe, de muito longe os reis perceberão seu brilho, sua luz e estarão em sua direção. Neste momento os anjos entoarão salmos de louvor. Todos seus amigos o cercarão, porque você estará irradiando a graça e o amor de Deus, que vai estar em seu coração.

Feliz Natal para todos! (Sem jingle-bells)

J. Thamiel
24.12.16
15:15h

Submited by

sábado, dezembro 24, 2016 - 19:00

Prosas :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 horas 13 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3002

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Longa Espera 0 49 04/04/2020 - 15:19 Português
Poesia/Fantasia ÊXTASE 0 183 03/23/2020 - 16:58 Português
Poesia/Geral A TI SENHOR, TE PEÇO 0 79 03/22/2020 - 20:18 Português
Poesia/Geral Caros poetas 0 148 03/21/2020 - 23:29 Português
Poesia/Desilusão AS RUÍNAS DA CAPELINHA 0 284 03/20/2020 - 18:54 Português
Poesia/Fantasia VALSA AO LUAR 0 196 03/14/2020 - 13:26 Português
Poesia/Geral E NO SÉTIMO DIA DESCANSOU... 0 194 03/09/2020 - 14:48 Português
Poesia/Geral CABOCLO 0 259 03/03/2020 - 19:40 Português
Poesia/Meditação QUO VADIS? 0 241 02/27/2020 - 16:05 Português
Poesia/Fantasia OS DRACONIANOS 0 355 02/15/2020 - 15:32 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 350 01/25/2020 - 13:04 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 362 01/25/2020 - 13:00 Espanhol
Poesia/Desilusão DIABÉTICOS 0 325 01/20/2020 - 18:27 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 300 01/19/2020 - 14:48 Português
Poesia/Pensamentos VADE RETRO 0 197 01/17/2020 - 13:49 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 539 01/09/2020 - 14:43 Espanhol
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 327 01/08/2020 - 22:57 Português
Poesia/Fantasia ANO NOVO, NOVA ERA? 0 444 01/03/2020 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado ODE À NATUREZA (dedicado a todos os poetas do WAF) 1 462 12/24/2019 - 21:16 Português
Poesia/Geral ESCOLA DE POETAS 0 364 12/21/2019 - 13:39 Português
Poesia/Geral FILOSOFIA DE UM BÊBADO 0 654 12/17/2019 - 14:15 Português
Poesia/Geral UM DIA EU TAMBÉM ERREI 0 652 12/10/2019 - 12:59 Português
Poesia/Tristeza NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA 0 636 12/04/2019 - 14:02 Português
Poesia/Geral A VIDA É APENAS UMA TARDE. 0 677 11/25/2019 - 17:42 Português
Poesia/Geral MÁ X I M A S 0 473 10/28/2019 - 13:31 Português