CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

FOI VOCÊ QUE JOGOU SAL NA LESMA?

Quem não se lembra, de quando criança, de suas travessuras?
Recordo muitas coisas: pegava, escondido, os doces da geladeira; fingia que estava com dor de barriga para não ir à escola; atirava pedras no telhado do vizinho; deixava dinheiro na calçada para puxar a linha quando alguém abaixasse para pegar; e... jogava sal na lesma.

Quem não tem vontade de viajar no tempo e ser criança outra vez?
É a melhor fase da vida. A fase do descobrimento, a fase da inocência. Não havia maldade. O fato de não haver maldade, de não haver conhecimento determina a inocência.  -  Ah, as crianças!  A criança é pura, inocente, não tem, ainda a maldade no coração, onde só há espaço para o amor, o carinho, a amizade, o bem, o perdão, e a convivência pacífica com todos.

Mas, existe hoje, entre nós, uma força maligna, sorrateira, difícil de ser determinada, com um único objetivo: proibir que as crianças “joguem sal na lesma”,
isto é, proibir a criança de ser criança, destruir a inocência.

Vou citar apenas um exemplo, entre muitos. Todos já ouvimos falar das mensagens subliminares, mas o que estou mostrando é algo mais contundente, mais presente, mais visível. Há algum tempo foi lançado um desenho animado, que os pais adoram; mas é um destruidor de inocência.

É um herói verde, maldoso, mal cheiroso, que mora em um pântano, ao lado de uma fossa. Seu nome é Shrek. Comporta-se de modo grosseiro. Expele gases de modo vulgar e barulhento. Odeia os personagens dos contos de fada, como Branca de Neve, Pinóquio, Chapeuzinho Vermelho e outros. Seu fiel companheiro é um asno neurótico, que usa uma linguagem de baixo calão. Este herói verde, que se comporta de modo estúpido e vive num ambiente imundo, é o oposto do que apresentam as histórias infantis, que formam o caráter com propostas boas e edificantes.

O criador do desenho já afirmou que quer acabar com o encanto das historinhas infantis. O criador do personagem confessa o propósito de subverter tudo, e é ali na alma da criança, que ele planta a sua maldade.

(Obs: Os ilibados acima da qualquer suspeita são os que geralmente estão a serviço da Nova Ordem Mundial e seu exército formado pelos Illuminatis. Pesquise sobre as famílias mais ricas do mundo)

Estes são os iconoclastas do nosso tempo. Planejam derrubar o que consideram mitos ultrapassados e os substituem por imundícies que perturbam, confundem e poluem a mente e os corações ainda inocentes. Na terra de Jesus, a criança era o símbolo dos pequenos, fracos e humildes. As crianças eram amadas por Jesus e segundo os evangelhos são os primeiros destinatários do céu. Jesus é forte e incisivo ao defendê-las: “Quem escandalizar um destes pequeninos que acreditam em mim, melhor seria para ele, pendurar uma pedra de moinho ao pescoço e ser jogado no fundo do mar. Ai do mundo por causa dos escândalos!” (Mt 18,6-7; Lc 17,12).

É oportuna a pergunta: Como estamos zelando por nossas crianças?

J.Thamiel - Uma mensagem para você

Submited by

sexta-feira, maio 20, 2016 - 17:23

Prosas :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 21 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3533

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia R E V E R Ê C I A 0 100 02/28/2021 - 18:01 Português
Poesia/Amor PERDIDOS NO TEMPO 0 178 02/25/2021 - 21:55 Português
Poesia/Poetrix GUARULHOS HOJE 0 114 02/23/2021 - 19:03 Português
Poesia/Amor O MAIS BELO POEMA FEITO PARA VOCÊ 0 268 02/18/2021 - 19:19 Português
Poesia/Amor TUA BELEZA 0 163 02/15/2021 - 12:49 Português
Poesia/Amor O ETERNAMENTE 0 249 02/15/2021 - 11:39 Português
Poesia/Amor UMA ILUSÃO LETAL 1 225 02/13/2021 - 19:20 Português
Poesia/Geral JOSÉ DE TAL 1 72 02/10/2021 - 21:42 Português
Poesia/Geral CORAL DE MARMANJOS 1 123 02/10/2021 - 21:27 Português
Poesia/Geral E, AS VACAS ? 1 152 02/10/2021 - 21:20 Português
Poesia/Geral PORQUE ME TORNEI POETA 4 202 02/10/2021 - 11:36 Português
Poesia/Amor FLORES DE HORTELÃ 0 149 02/05/2021 - 22:55 Português
Poesia/Haikai VENTO ANDALUZ 0 154 02/05/2021 - 17:27 Português
Poesia/Fantasia SOLIDÃO - (Rimas interpoladas) 3 188 02/04/2021 - 09:24 Português
Poesia/Fantasia H A R M O N I A 3 132 02/03/2021 - 21:26 Português
Poesia/Fantasia TROAM TROVAS TRIVIAIS 0 145 02/03/2021 - 19:44 Português
Poesia/Desilusão SONHO PERDIDO - (ensaio de rimas) 0 143 02/03/2021 - 17:56 Português
Poesia/Geral PALAVRA NÃO IMPRESSA 3 186 02/02/2021 - 16:12 Português
Poesia/Amor PAIXÃO 0 110 02/01/2021 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado CASTRO ALVES, estrofes IV e V 4 357 01/29/2021 - 21:56 Português
Poesia/Geral TIVE TANTAS VISUALIZAÇÕES... 4 131 01/29/2021 - 01:02 Português
Poesia/Geral O POETA FERIDO 1 126 01/28/2021 - 21:58 Português
Poesia/Amor TER NA MENTE 1 92 01/28/2021 - 21:54 Português
Poesia/Amor O NASCER DA POESIA 1 137 01/28/2021 - 21:52 Português
Poesia/Geral O REGATO 1 125 01/27/2021 - 15:06 Português