CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Morte enpacotada

Esgravata-se tanto, que a terra chega a ser um laivo de poesia feita de lambadas. Os torrões do tal desmentido de vida cravam pus nas feridas inanimadas. O sopro de tal consequência, desfaz pruridos de inevitabilidades alcançadas quando o respirar dói, mas também faz feliz o simples arfar de perceber como o tempo perspassa a tarefa árdua de estar aqui.

Submited by

quinta-feira, junho 25, 2009 - 11:55

Prosas :

No votes yet

psicolito

imagem de psicolito
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 26 semanas 13 horas
Membro desde: 06/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 415

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of psicolito

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Se pensar medisse menos que explodir 0 361 06/16/2009 - 19:51 Português
Poesia/Meditação Manifesto anti-mau poeta 0 301 06/09/2009 - 11:51 Português
Poesia/Tristeza Sem noivas, e sem irmãos 3 384 06/07/2009 - 20:45 Português