CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O nome que sempre te disse - Olá

Gostei de te conhecer, no entanto, sei, sinto, previ que algo se ia passar e passou...que deixaste de me dizer de ti.
Não reclamo, nem nunca o fiz com ninguém, simplesmente limito-me a esperar, mas hoje estou sem paciência, dói-me a cabeça, dói-me o corpo e dói-me mais ainda, saber que terei que te encontrar assim... Vi-te e gostei de te ver, mas sei como as coisas funcionam, porque já por aqui ando há muito tempo... uma vida feita de amuos, de amores e desamores, de invejas, de obsessões de maledicências, contrariedades, enfim, tudo isto fruto do vazio e da solidão em que depositam as suas vidas, para não falar dos truques por debaixo das saias e das calças, e do diabo que os carregue a todo(as).

- sei que nem sempre temos disponibilidade para estar com todo(as), mas há um dia que sim que vamos e tu não vieste.
Vieste agora por aqui mas sei que te irás uma e outra vez…

Eu também convidei pessoas para a minha festa, bons amigos por sinal e espero sinceramente que não me esqueçam; nem eu deles e nem eles de mim, que por lá andam, mas nem sabem já o meu nome. Talvez os tenha abandonado em algum momento (vou pensar no assunto também eu), porque esqueceram o meu nome e tudo o que está ligado a ele.
Contudo, no meio de todos os nomes, que me ajuízam perante ti, há um que se mostra mais disponível ,e esse nome pode ser aquele que sempre te disse - Olá.
Com o tempo, sei que vais até gostar e apreciar, desligando-te, deste “olá”, mas sempre escrevendo, como sempre bem fazes. Eu cá estarei para te ler, mesmo que em silêncio. Sei onde te ir buscar, nas palavras todas que conheço.

O resto irá ficar na nossa história de encontros e desencontros

Um beijo e aceita esta missiva como uma forma de me juntar a ti em todas as festas que iremos ainda ter

Sempre atenta às tuas palavras,

Dolores Marques

Submited by

quarta-feira, abril 21, 2010 - 12:02

Prosas :

No votes yet

ÔNIX

imagem de ÔNIX
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 19 semanas
Membro desde: 03/26/2008
Conteúdos:
Pontos: 4027

Comentários

imagem de Librisscriptaest

Re: O nome que sempre te disse - Olá

Há sempre pessoas q passam e deixam rasto, há outras q passam, mas nem souberam deixar-se ficar o tempo necessário para serem uma saudosa e boa memoria e há outras q permanecem e têm sempre o mesmo brilho no olhar em cada olá de reencontro, colmatado com um abraço de almas q se uniram para caminhar juntas! Todos nós fomos e somos esse tipo de pessoas, não obstante nada do q a vida nos oferta é por acaso, até as pessoas efémeras, q somos nós tantas vezes, trilham pelo menos um passo deste nosso caminho!
Adorei esta tua carta, Onix! Belo momento de reflexão e de auto-critica q me proporcionaste!
Muito Obrigada, minha querida!
Beijinho em ti!
Inês

imagem de ÔNIX

Re: O nome que sempre te disse - Olá Para Libris

Uma sempre agradável surpresa sempre que por aqui passas. Deixas sempre um pouquinho de ti desse ser maravilhoso que trouxeste contigo

Beijos

Matilde D'Ônix

imagem de Mefistus

Re: O nome que sempre te disse - Olá

Uma carta limpida, clara e frontal, como o és.
Algo de muito prazer, este enorme prazer de te ler.
De descobrir a tua voz, em cada pincelada, desta imensa tela da vida.
Ressalvo;
Sei onde te ir buscar, nas palavras todas que conheço.

Podia ser o lema da minha vida.

Um excelente tema, pois tambem eu vivo nos encontros e desencontros da vida,consciente que tudo é imutável, que os anos não passam, que as pessoas ficam iguais. Antes fosse verdade, amiga. Antes ficassem!

Adorei partilhar este bocadinho contigo!

imagem de ÔNIX

Re: O nome que sempre te disse - Olá Para Mefistus

Olá Rogério

Muito boa a tua presença.
Não dispenso as tuas palavras

Uma carta tão simples como é a vida, apesar de acomplicarmos

beijos e obrigada

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ÔNIX

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Acordar da Manhã 2 1.572 03/22/2018 - 22:16 Português
Poesia/Amor Céu 2 1.625 03/14/2018 - 22:25 Português
Poesia/Meditação Vida lá fora 5 1.251 03/14/2018 - 22:24 Português
Poesia/Dedicado Saudações 2 1.938 03/01/2018 - 11:13 Português
Fotos/Corpos Rendas 1 2.957 03/27/2016 - 03:20 Português
Poesia/Meditação Selváticas Emoções 0 1.166 01/17/2012 - 23:36 Português
Poesia/Meditação Talvez 2 1.362 01/17/2012 - 21:35 Português
Poesia/Meditação Jardins Aquáticos 1 1.263 01/04/2012 - 23:07 Português
Poesia/Meditação Eram rosas os meus olhos 1 1.938 12/27/2011 - 23:48 Português
Poesia/Meditação Verdes lembranças 0 1.773 12/15/2011 - 15:50 Português
Poesia/Meditação Se eu fosse só eu 0 1.538 12/09/2011 - 11:19 Português
Poesia/Meditação Bruma Intemporal 1 1.611 12/07/2011 - 02:03 Português
Poesia/Meditação Eras 1 1.690 12/06/2011 - 21:49 Português
Poesia/Meditação Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo 0 1.083 12/01/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação Pensamento invulgar 1 1.875 11/30/2011 - 00:21 Português
Poesia/Meditação Dor 0 4.121 11/24/2011 - 13:45 Português
Poesia/Meditação Extraviados 6 2.885 11/23/2011 - 12:12 Português
Poesia/Meditação Bom Dia 1 2.467 09/29/2011 - 22:16 Português
Poesia/Tristeza Um nada somente 1 1.587 09/14/2011 - 12:23 Português
Prosas/Outros Sol da Manhã 0 1.547 09/12/2011 - 10:24 Português
Poesia/Amor Nu 0 1.861 09/07/2011 - 11:07 Português
Poesia/Amor Tu 2 1.385 08/30/2011 - 01:57 Português
Poesia/Meditação Só Alma 1 1.341 08/26/2011 - 10:23 Português
Poesia/Meditação O Avesso de Mim 2 1.394 08/23/2011 - 22:26 Português
Poesia/Meditação Grãos D'Ouro 3 1.689 08/23/2011 - 22:22 Português