CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

SALAZAR

Liberdade, palavra mágica, sonante, gritante que nos torna audazes capazes de dizer tudo o que queremos.
Sentimos, vivemos, etc etc.
Grito o meu desespero ser querer ferir sustitiblidades pela palavra a que tanto se chama de liberdade!

Quem a tem chama-lhe sua.

Mas nem sempre nos deixam falar ou contar o que nos fazem porque não é permitida a revolta, quando nos sentimos invadidos por certas forças do sistema!

Faz falta um Dtº ANTÓNIO DE OLIVEIRA SALAZAR!

Não nos ia endireitar, mas de certeza corrigir que ter liberdade não é destruir, roubar enganar, manipular perseguir e coagir!

O sistema ta podre!

Quando votam metade não sabe porque vota, eu nunca votei porque entendo que ninguém me dá aquilo que eu mereço.
Que é paz, trabalho e um vencimento capaz de fazer face as minhas despesas e dificuldades.

Chamam a isto liberdade?

Se digo o que vejo de mal sou julgada, perseguida e amordaçada.
Se não o digo, sou cobarde porque o pânico se instala!

Considero-me anti-governos!

Vivem à minha e à tua custa,
prometem mas sempre FALHAM!

Submited by

terça-feira, março 24, 2009 - 13:14

Prosas :

No votes yet

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 23 semanas 18 horas
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de Henrique

SALAZAR P/ José Socrates

Exmº Sr (engeheiro) 1º Ministro;

Espero que tenha a oportunidade de ler esta, entre milhões de opiniões diferentes e todas iguais(o descontentamento com a cor da sua gravata).

Muito bem Maria...

:-?

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor MORRO ENTRE PALAVRAS QUE NADA TE DIZEM 1 1.137 02/26/2018 - 12:29 Português
Poesia/Dedicado RECORDAR-TE É UMA CONSTANTE 2 1.540 07/01/2013 - 20:10 Português
Poesia/Tristeza OLHO-ME 1 1.394 04/01/2013 - 08:37 Português
Poesia/Desilusão RODOPIAM COMO PEÕES 0 1.550 03/30/2013 - 19:55 Português
Poesia/Tristeza LÁGRIMAS 1 1.030 03/25/2013 - 17:15 Português
Poesia/Tristeza EM SAUDADE ME DERRAMO PELO TEMPO 1 1.165 03/16/2013 - 21:59 Português
Poesia/Desilusão QUEBRADA 1 1.379 03/08/2013 - 20:35 Português
Poesia/Tristeza PERDIDA 0 879 03/08/2013 - 01:12 Português
Poesia/Tristeza NOITE ADENTRO 4 1.603 03/05/2013 - 21:05 Português
Poesia/Tristeza NADA ME CONFORTA 1 1.293 03/05/2013 - 21:02 Português
Poesia/Tristeza LUAR QUE ABRAÇA MEUS OMBROS 0 1.099 03/02/2013 - 00:09 Português
Poesia/Tristeza CONTADAS DORES … 0 861 02/11/2013 - 12:26 Português
Poesia/Amor TEU BEIJO EM MIM 0 1.235 02/07/2013 - 14:34 Português
Poesia/Tristeza SAUDADES QUE ME CERRAM OS OLHOS 2 1.600 01/14/2013 - 21:11 Português
Poesia/Amor OLHOS PARADOS 0 1.723 12/09/2012 - 17:03 Português
Poesia/Paixão LUA MINHA 1 1.440 12/08/2012 - 23:35 Português
Poesia/Amor OLHA-ME NOS OLHOS 0 1.131 12/07/2012 - 15:59 Português
Poesia/Amor MAIS DO QUE O SOL ESCONDE A NOITE 0 1.762 12/06/2012 - 19:35 Português
Poesia/Meditação SILENCIOSA NOITE 2 1.428 12/06/2012 - 18:30 Português
Poesia/Tristeza ENTRE AS PAREDES DO MEU QUARTO 0 1.422 12/04/2012 - 18:11 Português
Poesia/Meditação AO SABOR DO TEMPO 0 1.857 11/29/2012 - 19:41 Português
Poesia/Amor BEIJO RECHEADO DE DESEJO 1 1.258 11/26/2012 - 18:50 Português
Poesia/Tristeza DESSE MAR DE SAUDADE 1 1.958 09/30/2012 - 21:33 Português
Poesia/Meditação ESSA QUE DORME AO COLO DA NOITE 1 1.837 09/25/2012 - 01:47 Português
Poesia/Meditação FRÁGEIS DEDOS 1 1.566 09/18/2012 - 21:32 Português