CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

do mirante

E você abre a janela e espanta o que foi espanado
da casca.
E aí é possível ver nuvens e cores,
montes que corromperam um tempo
indivisível.
E aí você abre o mundo feito uma fruta de gomos
e espera que o ar traga a poeira dos sonhos mais lúdicos e loucos
feito Poesia – essa coisa de criança.
E você escreve sonhos na areia
ou versos que um dia você docemente teve
e esqueceu de acordar.
Por dúvida ou medo.
Foi-se na espuma
Engarrafando o desejo.

Patrícia Porto

Submited by

sexta-feira, janeiro 15, 2010 - 23:18

Ministério da Poesia :

No votes yet

PatriciaPorto

imagem de PatriciaPorto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 21 semanas
Membro desde: 01/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 103

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PatriciaPorto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amizade Amigos... 0 331 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Se essa rua fosse minha... 0 270 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Terminal 0 329 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Agulhas 0 355 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Namorados 0 302 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Beija-flor. 0 297 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Transparências 0 333 11/19/2010 - 19:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Zildanjo 0 309 11/19/2010 - 19:19 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Os ventos da passagem 0 315 11/19/2010 - 19:19 Português