CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Entre Borboletas.

Quando ela era criança
Subia telhados de estrelas
E fazia estrelas nos próprios telhados
Os telhados de estrelas ela fazia
Com céu de criança
Quando ela era

Quando ela aprendeu a amar
Construiu telhados de vidro
E quebrou espelhos com as mãos
Ela fez de vidro telhados
E quebrou amores e vidas
Quando ela teve espelhos
Nas mãos

Quando o amor se foi
Ela desceu do telhado da casa
As estrelas haviam partido
Ela sequer teve mãos
Pra dizer adeus
E a casa dela chorou
Os vidros estilhaçados
Fragmentaram as estrelas
Quando entre eles, amantes,
Esfumaçada a tristeza
Entre caminhos voaram
Voltaram as
borboletas

Patrícia Porto

Submited by

terça-feira, janeiro 19, 2010 - 23:38

Ministério da Poesia :

No votes yet

PatriciaPorto

imagem de PatriciaPorto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 28 semanas
Membro desde: 01/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 103

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PatriciaPorto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amizade Amigos... 0 333 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Se essa rua fosse minha... 0 270 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Terminal 0 329 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Agulhas 0 355 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Namorados 0 302 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Beija-flor. 0 298 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Transparências 0 333 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Zildanjo 0 309 11/19/2010 - 18:19 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Os ventos da passagem 0 315 11/19/2010 - 18:19 Português