CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poêma Real

Todo o momento me foi roubado
Por angústias de solidão...
Solidão, preenchida, por um olhar cansado
: Copo de água num antro de podridão...

Neste dia de ternura, rendi-me ao canto da mansidão;
Tão perdido no tempo, como a minha lembrança perdura...
Num doce, amargo, cupído, pela mesqinha razão;
Pelas barbas do ferro frio, que rasgam meu coração;
Pelas margens e pelo rio, pelas lágrimas: Chora recordação...

- Ó povo da minha cruz
- Ó línguas da vossa história
- Que fogo pregais de Jesus?
Qual cruz vos traça a memória? ...

-Jesus, porém, disse: “ Não há profeta sem honra, a não ser na sua Pátria e na sua casa.”

Por manter as mãos abertas, foi assim que aqui cheguei
Porém, por todo o Mundo, tenho a face descoberta;
Dei o corpo e o salário como oferta...
Apenas na minha Pátria, na minha terra,sou títulado fora da lei
- Por tanto, nada aqui posso fazer;
Nem o pão, que tiro da boca, aos pássaros posso oferecer...
... Dizem-me louco, vagabundo que vive do ar;
Não sou tão pouco...
Não choro pelo prazer de chorar.

O regresso há terra Natal
É um cálice pingado da tormenta...
O preço de transportar o bem, me contenta,
Despojado no quebranto do sinal.

Submited by

quarta-feira, abril 14, 2010 - 22:02

Ministério da Poesia :

No votes yet

antonioduarte

imagem de antonioduarte
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 48 semanas 4 dias
Membro desde: 01/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 2570

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of antonioduarte

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto “Cheguei Tardio” 4 1.459 03/15/2018 - 11:17 Português
Poesia/Poetrix “Quadra a ti” Acto 7º 1 918 06/13/2014 - 23:54 Português
Poesia/Soneto “Delicado” 3 1.245 12/04/2013 - 22:15 Português
Prosas/Lembranças “Tornado Pedra” 0 1.784 11/07/2013 - 02:30 Português
Poesia/Soneto “Terra” 0 2.213 11/07/2013 - 02:02 Português
Poesia/Soneto “Milagre de Flores” 0 1.137 04/03/2013 - 03:00 Português
Poesia/Haikai Quadra a ti” Acto 5º 0 2.033 03/22/2013 - 05:17 Português
Poesia/Soneto “Ecos Distantes” 0 1.507 02/22/2013 - 01:16 Português
Poesia/Soneto “Tantos… Tantos” 0 1.143 01/10/2013 - 04:34 Português
Poesia/Haikai “Quadra a ti” - ( Ato 6º ) 0 1.052 10/24/2012 - 15:11 Português
Poesia/Haikai "Quadra a ti: ( Géneros Distraídos) 0 1.697 10/24/2012 - 14:56 Português
Poesia/Amor “Numa lembrança de ti” 2 1.165 10/23/2012 - 16:35 Português
Prosas/Pensamentos "Sobra de Mim" 0 1.591 10/22/2012 - 23:21 Português
Poesia/Soneto “De Mim, Fundo No Olhar” 0 1.279 10/18/2012 - 23:47 Português
Poesia/Soneto “Porte Belo” 0 1.001 10/07/2012 - 13:09 Português
Poesia/Soneto “Míopes” 0 914 10/04/2012 - 21:55 Português
Poesia/Soneto “Perto do Céu” 4 1.951 10/03/2012 - 23:52 Português
Poesia/Arquivo de textos “Quando estás longe de mim” 2 1.219 10/03/2012 - 23:35 Português
Poesia/Soneto Ao despertar 0 2.121 10/03/2012 - 23:22 Português
Poesia/Soneto “Na Praia” 0 1.278 09/30/2012 - 11:53 Português
Poesia/Soneto "Caminho de Parecer" 1 2.105 09/27/2012 - 16:37 Português
Poesia/Meditação “Do céu ao mar” 1 1.727 09/16/2012 - 18:06 Português
Poesia/Arquivo de textos Versão destrocida: "Numa Lembrança de ti" 0 2.022 09/12/2012 - 11:58 Português
Poesia/Arquivo de textos “Estrela Proibida” 0 1.032 09/09/2012 - 22:04 Português
Poesia/Pensamentos “Teu rosto foi o primeiro” 0 1.752 08/04/2012 - 02:02 Português