CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Rainha das Concubinas

Jogada na calçada rechaçada pela sociedade,
Ela teve que se erguer em uma jovem biografia.
Nada tem a perder e por isso vem se vender,
Agora até mesmo você pode possuí-la,

Mulher de muitas camas e uma esquina,
Com pintura de Cleópatra encara o mundo,
Vem um vai outro e seus olhos não brilham,
Mas estão vivos e ardentes.

Às vezes o que importa é o dinheiro e nada mais,
Ela não se embriaga, nem ao menos absorver o álcool,
Mas fuma pra aliviar a tensão de idas e vindas,
Os jovens a querem de novo e muitas outras vezes,

Amadurecidos fazem propostas de aliança,
Mas ela não quer nada disso,
Às vezes parece gostar do que faz,
Não pelo dinheiro e sim pelo prazer,

È uma profissional de vários talentos,
Ela chora as frustrações dos parceiros,
Sorri as alegrias dos amantes noturnos,
Alivia a tensão de todos os homens,

Mas não beija nenhum,
Porém não precisa, seu olhar é um ósculo queimante,
Quando se mostra nua seu corpo e bem feito,
Sem exageros é delicado e vivo,

A pele bronzeada revela suas idas em Copacabana,
Quem poderia resistir a tanto encanto,
Qual homem não pagaria por uma única hora de prazer,
Somente para se envolver em seus cabelos,

Sentir sua boca nas partes mais intimas,
Ela encontrou a perfeição em sua profissão,
Já é conhecida como a Rainha das concubinas,
Ela é física, metal e emocional,
Ou seja, irresistivelmente tentadora.

Submited by

domingo, dezembro 13, 2009 - 17:50

Ministério da Poesia :

No votes yet

PoetadeVenus

imagem de PoetadeVenus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 51 semanas
Membro desde: 12/13/2009
Conteúdos:
Pontos: 517

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PoetadeVenus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Olhos e Olhar 0 510 06/07/2011 - 04:11 Português
Poesia/Amor Tolo 0 459 06/07/2011 - 04:10 Português
Poesia/Amor Você 0 383 06/07/2011 - 04:08 Português
Poesia/Amor Vidraças 0 524 06/07/2011 - 04:06 Português
Poesia/Amor Sol Ofuscado 0 471 06/07/2011 - 04:04 Português
Poesia/Amor Sem Definições 0 442 06/07/2011 - 04:02 Português
Poesia/Amor Rosa de Pedra 0 550 06/07/2011 - 04:01 Português
Poesia/Amor Rendida ao Amor 0 533 06/07/2011 - 03:59 Português
Poesia/Amor Maçã 0 274 06/07/2011 - 03:58 Português
Poesia/Amor Laços Infindáveis 0 370 06/07/2011 - 03:56 Português
Poesia/Amor Inerência 0 465 06/07/2011 - 03:54 Português
Poesia/Amor Febre Angelical 0 464 06/07/2011 - 03:52 Português
Poesia/Amor Fantástico 0 379 06/07/2011 - 03:50 Português
Poesia/Amor Ensaio da Paixão 0 375 06/07/2011 - 03:49 Português
Poesia/Amor Dois Igual a Um 0 594 06/07/2011 - 03:47 Português
Poesia/Amor Coralma & Coramor 0 406 06/07/2011 - 03:46 Português
Poesia/Amor Amor Revelado 0 507 06/07/2011 - 03:44 Português
Poesia/Amor Amor de Homem 0 485 06/07/2011 - 03:42 Português
Poesia/Amor Amor 0 409 06/07/2011 - 03:40 Português
Poesia/Amor Amar 0 446 06/07/2011 - 03:38 Português
Poesia/Amor A Lady 0 480 06/07/2011 - 03:36 Português
Poesia/Amor A Espera do Inevitável 0 580 06/07/2011 - 03:34 Português
Poesia/Erótico Volição Virginal 0 495 06/07/2011 - 03:31 Português
Poesia/Erótico Prazeres da Carne 0 405 06/07/2011 - 03:29 Português
Poesia/Erótico Orgasmo 0 545 06/07/2011 - 03:28 Português