CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Revelia

O oceano abriu-se...
Nele certa calma ria, certas profundez
as pedras permitiam-me explorá-lo
com ondas e correntes em declive
a bater
oce anos são semprimensos
como ve-las banhadas dolhar
sensações de im penetrabilidades,
quisesse eles esconderiam entrenuvens
a rudeza de marte pra leveza da queda
ad-vir
O oceano mal sabia dos nós
dos marinheiros
das mulheres brejeiras na beira da espera
da morta sereia dos desassossegos,
ainda assim permitia-me causar inundações,
alagando-me
os inteiros
- a revelia.

Uni versos de águas e re presas
espumam
do úmido de mim,
onde me perco e prendo
prendo e perco
abarcada ao desconhecido.

Patrícia Porto

Submited by

segunda-feira, janeiro 18, 2010 - 15:48

Ministério da Poesia :

No votes yet

PatriciaPorto

imagem de PatriciaPorto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 anos 28 semanas
Membro desde: 01/10/2010
Conteúdos:
Pontos: 103

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of PatriciaPorto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Intervenção Os ventos da passagem 0 315 11/19/2010 - 18:19 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Zildanjo 0 309 11/19/2010 - 18:19 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Transparências 0 333 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Meditação Prece para um dia novo. 0 644 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amizade Amigos... 0 333 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Se essa rua fosse minha... 0 270 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Terminal 0 329 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Agulhas 0 355 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Namorados 0 302 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Beija-flor. 0 298 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Amanhã 0 825 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Agre e Doce 0 978 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção O encontro com o barqueiro 0 650 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção do mirante 0 796 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Poemeto 0 752 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Ana 0 755 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Escafandro 0 783 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor O operário e a bailarina 0 741 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Rubia cor das tias. 0 896 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revelia 0 861 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Memórias 0 743 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Amor Ora, 0 818 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Olhos do Céu. 0 658 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Boa sorte 0 858 11/19/2010 - 18:20 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Sê Livre 0 592 11/19/2010 - 18:20 Português